terça-feira, 15 de julho de 2014

Rod Stewart/Faces - Live: Coast to Coast - Overture and Beginners

Front
Músico/Banda: Rod Stewart/Faces
Disco: Live: Coast to Coast - Overture and Beginners
Ano: 1973(*)
Gênero: Blues Rock, Classic Rock
Faixas:
1. It's All Over Now (B. Womack, S. Womack) 6:22
2. Cut Across Shorty (Wayne, Wilkin, Walker) 3:51
3. Too Bad/Every Picture Tells A Story) (Stewart, Wood) 7:48
4. Angel (Hendrix) 4:32
5. Stay With Me (Stewart, Wood) 5:04
6. I Wish It Would Rain (Strong, Penzabene, Whitfield) 5:02
7. I'd Rather Go Blind (Foster, Jordan) 6:03
8. Borstal Boys (McLagan, Wood, Stewart)/Amazing Grace (Traditional, arranged by D. Throat) 9:56
9. Jealous Guy (Lennon) 4:44
Créditos:
Rod Stewart: Vocals
Ian McLagan: Keyboards, Piano, Vocals
Ron Wood: Guitarra, Vocals
Kenney Jones: Drums
Tetsu Yamauchi: Bass, Trombone
(*) CD lançado em 1993. Gravado ao vivo no Anaheim Convention Center, Anaheim, California, EUA, e no Hollywood Palladium, Los Angeles, California, EUA, em outubro de 1973.
 
Biografia:
Formada no verão de 1969, dos despojos da finada Small Faces, do Reino Unido, a admiradíssima banda de rock Faces tinha, originalmente, a seguinte constituição: Ronnie Lane (nome verdadeiro: Ronald Frederick Lane, nascido em 1 de abril de 1946, em Plaistow, Londres, Inglaterra, e falecido em 4 de junho de 1997, em Trinidad, Colorado, EUA; baixo e vocais), Kenney Jones (nome verdadeiro: Kenneth Thomas Jones, nascido em em 16 de setembro de 1948, em Stepney, Londres, Inglaterra; bateria), Ian McLagan (nascido em 12 de maio de 1945, em Hounslow, Middlesex, Inglaterra; órgão e piano), Rod Stewart (nome verdadeiro: Roderick David Stewart, nascido em 10 de janeiro de 1945, em Highgate, Londres, Inglaterra; vocais) e Ron Wood (nome verdadeiro: Ronald David Wood, nascido em 1 de junho de 1947, em Hillingdon, Middlesex, Inglaterra; guitarra).
1Os dois últimos fizeram parte do primeiro grupo de Jeff Beck. O debute da Faces, "First Step", de 1970, refletiu a intemperança da banda e, não obstante, o seu intenso carisma, predominando os riffs pesados e os energéticos vocais, mas também deixando espaço para a pungente "Three Button Hand Me Down", de McLagan e Stewart. O excelente segundo álbum, "Long Player", de 1971, reforçou o fascínio da banda através da sua poderosa mistura de canções envolventes e covers bem escolhidos, como "Maybe I'm Amazed", de Paul McCartney, e "I Fell So Good", de "Big" Bill Broonzy.
2Durante todo esse período, Rod Stewart não abandonou sua carreira solo, que decolou pra valer no verão de 1971, com o sucesso mundial do single "Maggie May", que alcançou o topo das paradas. Aí a Faces tornou-se, efetivamente, "a banda de Stewart", para desgosto dos demais integrantes. Embora desfrutando o aumento do sucesso, obtido pelos discos "A Nod's As Good As A Wink... To A Blind Horse", de 1971, e "Ooh La La", de 1973, e também por uma série de memoráveis singles, tais como "Stay With Me" e "Cindy Incidentally", o grupo, sem dúvida, desequilibrou-se com o foco somente em Stewart. Lane, o compositor mais prolífico da banda, autor da magnífica "Debris" e da melancólica faixa-título de "Ooh La La" (cantada, excepcionalmente, por Wood), deixou-a em 1973; Tetsu Yamauchi (nascido em 21 de outubro de 1946, em Fukuokoa, Japão, ex-Free) substituiu-o.
3Apesar da continuação dos hits – "Pool Hall Richard", "You Can Make Me Dance, Sing, Or Anything" – e do álbum ao vivo emitido em comemoração ao sucesso obtido nos Estados Unidos, o grupo, decididamente, carecia de unidade. Em 1975, Stewart tornou-se um tax exile (nota minha: expressão sem similar em português; é a pessoa que opta por deixar o seu país de origem, em razão de uma alta carga tributária, e passa a residir noutro país cuja exigência fiscal é menor) e, no fim do ano, anunciou seu desligamento da banda.
4Após a dissolução da Faces, Wood incorporou-se à Rolling Stones, ao passo que os demais membros associaram-se a Steve Marriot numa infortunada reativação da Small Faces. Jones também empunhou as baquetas na Who, no lugar do falecido Keith Moon. A Faces, inesperadamente, reagrupou-se para uma única apresentação no Brit Awards, em fevereiro de 1993, com a participação de Rod Stewart, e Bill Wyman assumindo o baixo na vaga de Lane, gravemente doente na ocasião (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 513; tradução livre do inglês).

2 comentários:

juan manuel muñoz disse...

mil gracias, amigo, saludos

Indignaldo Silva disse...

Não há de quê, Juan. Saludos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...