quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Grateful Dead - The Grateful Dead [Bonus Tracks]

Banda: Grateful Dead
Disco: The Grateful Dead [Bonus Tracks]
Ano: 2001(*)
Gênero: Psychedelic Rock, Jam Bands
Faixas:
1. The Golden Road (To Unlimited Devotion) (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:09
2. Beat It On Down The Line (Jesse Fuller) 2:29
3. Good Morning Little School Girl [Full-Length Version] (Sonny Boy Williamson) 6:32
4. Cold Rain And Snow (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:26
5. Sitting On Top Of The World [Full-Length Version] (Walter Jacobs, Lonnie Carter) 2:43
6. Cream Puff War [Full-Length Version] (Jerry Garcia) 3:18
7. Morning Dew [Full-Length Version] (Bonnie Dobson, Tim Rose) 5:16
8. New, New Minglewood Blues [Full-Length Version] (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:40
9. Viola Lee Blues (Noah Lewis) 10:09
10. Alice D. Millionaire [Bonus Track] (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:22
11. Overseas Stomp (The Lindy) [Bonus Track] (Jab Jones, Will Shade) 2:24
12. Tastebud [Bonus Track] (Ron McKernan) 4:18
13. Death Don't Have No Mercy [Bonus Track] (Gary Davis) 5:20
14. Viola Lee Blues [Edited Version] [Bonus Track] (Noah Lewis) 3:00
15. Viola Lee Blues [Live at Dance Hall, Rio Nido, California, 3/9/1967] [Bonus Track] (Noah Lewis) 23:13
Créditos:
Bob Weir: Guitar, Vocals
Ron "Pigpen" McKernan: Keyboards, Harmonica, Vocals
Bill "The Drummer" Kreutzmann: Drums
Jerry "Captain Trips" Garcia: Guitar, Vocals
Phil Lesh: Bass, Vocals
(*) LP lançado originalmente em 1967.
Biografia:
A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Birth Of The Dead", de 2001.

The Electric Flag - The Band Kept Playing

Banda: The Electric Flag
Disco: The Band Kept Playing
Ano: 1974(*)
Gênero: R&B, Blues, Blues Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Sweet Soul Music (Troy, Bloomfield) 3:56
2. Every Now And Then (Miles, Troy) 3:45
3. Sudden Change (Troy) 3:56
4. Earthquake Country (Gravenites) 4:03
5. Doctor Oh Doctor (Massive Infusion) (Gravenites) 5:22
6. Lonely Song (Naftalin) 3:59
7. Make Your Move  (Goldberg, Miles) 4:20
8. Inside Information (Thompson) 3:41
9. Talkin' Won't Get It (Bloomfield, Miles) 4:12
10. The Band Kept Playing (Bloomfield) 5:12
Créditos:
Michael Bloomfield: Guitars
Buddy Miles: Drums, Lead Vocals
Nick Gravenites: Rhythm Guitar, Lead Vocals
Barry Goldberg: Keyboards
Roger (Jellyroll) Troy: Bass, Lead Vocals
Músicos convidados:
Richard Newell, the King Biscuit Boy: Harmonica
Richard Tee: Keyboards
George Terry: Rhythm Guitar
Barry Beckett: Mellotron, Moog
Nick Marrero: Percussion
Albhy Galuten: Keyboards
The Bonnaroo Horns, The Muscle Shoals Horns: Horns
(*) CD lançado em 2002.
Biografia:
A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco “A Long Time Comin' [Bonus Tracks]”, de 1988.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Kaleidoscope - Tangerine Dream [Additional Tracks]

Banda: Kaleidoscope
Disco: Tangerine Dream [Additional Tracks]
Ano: 1998(*)
Gênero: Psychedelic Pop, Psychedelic Rock
Faixas:
1. Kaleidoscope (2:14)
2. Please Excuse My Face (2:10)
3. Dive Into Yesterday (4:46)
4. Mr. Small, The Watch Repairer Man (2:42)
5. Flight From Ashiya (2:40)
6. The Murder Of Lewis Tollani (2:47)
7. (Further Reflections) In The Room Of Percussion (3:19)
8. Dear Nellie Goodrich (2:46)
9. Holidaymaker (2:29)
10. A Lesson Perhaps (2:41)
11. The Sky Children (8:00)
12. Flight From Ashiya [Mono Single Version] [Additional Track] (2:40)
13. Holidaymaker [Mono Single Mix] [Additional Track] (2:29)
14. A Dream For Julie [Additional Track] (2:46)
15. Please Excuse My Face [Mono Single Mix] [Additional Track] (2:10)
16. Jenny Artichoke [Additional Track] (2:36)
17. Just How Much You Are [Additional Track] (2:10)
Músicas de autoria de Peter Daltrey e Eddie Pumer.
Créditos:
Peter Daltrey: Vocals, Keyboards
Eddie Pumer: Guitar
Steve Clark: Bass
Danny Bridgeman: Drums
(*) LP lançado originalmente em 1967.
Biografia:
A banda pop psicodélica Kaleidoscope formou-se na zona oeste de Londres, Inglaterra, em 1964, com o nome de Side Kicks. Contando com Eddie Pumer (guitarra), Peter Daltrey (vocais e teclados), Dan Bridgeman (percussão) e Steve Clark (morto em 1° de maio de 1999; baixo), o grupo começou tocando covers de R&B.
Após alterar sua denominação, passando a chamar-se Key, a banda mudou também o estilo e novamente o nome (Kaleidoscope), assinando com a Fontana Records por intermédio de Dick Leahy, editor da gravadora, que virou produtor do grupo. Seu primeiro single, "Flight From Ashiya", de 1967, adotou o éthos e o vocabulário hippie então em voga. Mesmo sem chegar às paradas, o álbum subsequente, "Tangerine Dream", tornou-se cult – um status que se mantém até hoje perante os fãs de rock psicodélico sessentista (o disco chegou a ser cotado em extravagantes 100 libras).
Mas, embora a banda fosse bastante admirada pelo público alternativo, singles ulteriores, como "A Dream For Julie" ou "Jenny Artichoke", e o segundo álbum, "Faintly Blowing", não atingiram as paradas. Mais dois singles, "Do It Again For Jeffrey" e "Baloon", saíram em 1969, mas um projetado terceiro álbum acabou "extraviado" quando a Fontana desistiu da banda, sendo lançado apenas em 1991, através da gravadora própria do grupo. Em 1970, a Kaleidoscope transmudou-se na banda de rock progressivo Fairfield Parlour, que tinha o falecido disc jockey britânico Kenny Everett como seu mais fanático admirador. Clark morreu, atropelado por um carro, em maio de 1999 (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 780; tradução livre do inglês).

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Dave Dee, Dozy, Beaky, Mick & Tich - Discografia essencial

Banda: Dave Dee, Dozy, Beaky, Mick & Tich
Gênero: British Invasion, Bubblegum

Disco: Dave Dee, Dozy, Beaky, Mick & Tich [Bonus Tracks]
Ano: 2003(*)
Faixas:
1. DDD-BMT (Howard, Blaikley) 1:27
2. We've Got A Good Thing Goin' (B. Martins, P. Coulter) 2:23
3. Here's A Heart (Tubbs, Segal) 3:14
4. Something I Gotta Tell You (Howard, Blaikley) 2:35
5. All I Want To Do (Harman, Wilson, Davies, Amey, Dymond) 2:38
6. Frustration (Howard, Blaikley) 2:33
7. Hold Tight (Howard, Blaikley) 2:47
8. Hard To Love You (Howard, Blaikley) 2:30
9. Nose For Trouble (Howard, Blaikley) 4:03
10. No More Love (Howard, Blaikley) 2:17
11. After Tonight (Howard, Blaikley, E. Chelotti, G. Russo) 2:57
12. No Time (Howard, Blaikley) 2:08
13. Double Agent (S. Roland) 3:02
14. Is It Love [Single B-Side, 1965] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Davies, Amey, Dymond) 2:37
15. All I Want [Single A-Side, 1965] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:35
16. It Seems A Pity [Single B-Side, 1965] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Davies, Amey, Dymond) 2:25
17. You Make It Move [Single A-Side, 1965] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:44
18. I Can't Stop [Single B-Side, 1965] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:19
19. You Know What I Want [Single B-Side, 1966] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:35
20. Hideaway [Single A-Side, 1966] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:23
21. Bend It [Single A-Side, 1966] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:31
22. She's So Good [Single B-Side, 1966] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Davies, Dymond, Amey) 2:24
23. Loos Of England [From EP 1966] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:26
24. Over And Over Again [From EP 1966] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:21
25. Bend It [U.S. Version] [Single A-Side, 1966] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:29
Créditos:
Dave Dee: Vocals
Dozy: Bass Guitar
Beaky: Rhythm Guitar
Mick: Drums
Tich: Lead Guitar
Kenn Howard: Piano
(*) LP lançado originalmente em 1966.
Disco: If Music Be The Food Of Love... Prepare For Indigestion [Bonus Tracks]
Ano: 2003(*)
Faixas:
1. Bang (Martin, Coulter) 2:31
2. I'm On The Up (Howard, Blaikley) 2:22
3. Hideaway (Howard, Blaikley) 2:23
4. Shame (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:06
5. Hands Off! (Howard, Blaikley) 2:03
6. Loos Of England (Howard, Blaikley) 3:26
7. Help Me (Rowland) 3:09
8. Master Lewellyn (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:22
9. You Make It Move (Howard, Blaikley) 2:45
10. All I Want (Howard, Blaikley) 2:34
11. Hair On My Chinny-Chin-Chin (Huff 'N' Puff) (R. Blackwell) 2:40
12. Bend It (Howard, Blaikley) 2:31
13. She's So Good [Stereo Version] [From "Golden Hits", 1967] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:24
14. Save Me [Stereo Version] [From "Golden Hits", 1967] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:59
15. Touch Me, Touch Me [Stereo Version] [From "Golden Hits", 1967] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:35
16. Marina [Stereo Version] [From "Golden Hits", 1967] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:22
17. Okay! [Stereo Version] [From "Golden Hits", 1967] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:38
18. He's A Raver [Stereo Version] [From "Golden Hits", 1967] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:06
19. Save Me [Mono Mix] [Single A-Side, 1966] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:59
20. Shame [Mono Mix] [Single B-Side, 1966] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:06
21. Touch Me, Touch Me [Mono Mix] [Single A-Side, 1967] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:35
22. Marina [Mono Mix] [Single B-Side, 1967] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:22
23. Okay! [Mono Mix] [Single A-Side, 1967] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:38
24. He's A Harver [Mono Mix] [Single B-Side, 1967] [Bonus Track] (Harman, Wilson, Dymond, Davies, Amey) 2:09
25. Zabadak [Mono Mix] [Single A-Side, 1967] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:41
26. The Sun Goes Down [Mono Mix] [Single B-Side, 1967] [Bonus Track] (Harman, Davies, Dymond) 2:54
Créditos:
Dave Dee: Vocals
Ian "Tich" Amey: Lead Guitar
John "Beaky" Dymond: Rhythm Guitar
Trevor "Dozy" Davies: Bass
Mick Wilson: Drums
Disco: If No-One Sang [Bonus Tracks]
Ano: 2003(*)
Faixas:
1. If No-One Sang (Howard, Blaikley) 2:01
2. Where From, Where To? (Howard, Blaikley) 3:04
3. I've Got A Feeling (Howard, Blaikley) 2:54
4. In A Matter Of A Moment (Howard, Blaikley) 2:39
5. Mrs. Thursday (Harman, Dymond, Davies) 3:46
6. Zabadak (Howard, Blaikley) 3:48
7. Mama, Mama (Kave) 2:36
8. If I Were A Carpenter (Hardin) 2:55
9. The Legend Of Xanadu (Howard, Blaikley) 3:36
10. Look At Me (Morris) 2:27
11. The Tide Is Turning (Howard, Blaikley) 3:08
12. Breakout (Illingworth, March) 3:23
13. Time To Take Off (Hammond) 3:08
14. If No-One Sang (Howard, Blaikley) 1:52
15. I'll Love You [Single A-Side, 1968] [Bonus Track] (Mano) 2:40
16. Things Go Better [Single B-Side, 1968] [Bonus Track] (Unknown) 2:43
17. Please [Single B-Side, 1968] [Bonus Track] (Harman, Davies, Dymond) 3:20
18. Last Night In Soho [Single A-Side, 1968] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:18
19. The Wreck Of The Antoinette [Single A-Side, 1968] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:08
20. Still Life [Single B-Side, 1968] [Bonus Track] (Harman, Davies, Dymond) 2:59
21. Charlie Farns, Barns Has Won The Pools [Previously Unreleased] [Bonus Track] (Harman, Dymond, Davies, Wilson, Amey) 3:40
22. Castle Far [Previously Unreleased] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 2:28
23. Zabadak [Italian Version] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:43
24. Follemente Vivo [Italian Version of “Save Me”] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:00
Créditos:
Dave Dee: Vocals
Ian "Tich" Amey: Lead Guitar
John "Beaky" Dymond: Rhythm Guitar
Trevor "Dozy" Davies: Bass
Mick Wilson: Drums
(*) LP lançado originalmente em 1968.
Disco: Together [Bonus Tracks]
Ano: 2006(*)
Faixas:
1. Below The Belt (Howard, Blaikley) 3:17
2. Love Is A Drum (Howard, Blaikley) 4:22
3. First Time Loving (Howard, Blaikley) 3:17
4. Bora Bora (Harman, Davies, Dymond) 2:15
5. Don Juan (Howard, Blaikley) 3:05
6. Snake In The Grass (Howard, Blaikley) 3:08
7. P. Teaser (Harman, Davies, Dymond) 2:49
8. Run Colorado! (Howard, Blaikley) 3:45
9. Margareta Lidman (Harman, Davies, Dymond) 2:17
10. Mountains Of The Moon (Howard, Blaikley) 3:26
11. She's My Lady [Single A-Side, 1974] [Bonus Track] (Mason) 3:11
12. Babeigh [Single B-Side, 1974] [Bonus Track] (Amey, Dymond, Davies, Harman) 3:14
13. Do Wah Diddy [Single A-Side, 1982] [Bonus Track] (Barry, Greenwich) 3:13
14. Waiting [Single B-Side, 1982] [Bonus Track] (Dee, Dymond, Davies, Hatchman) 3:13
15. Stayin' With It [Single A-Side, 1983] [Bonus Track] (Snow, Parker) 2:59
16. Sure Thing [Single B-Side, 1983] [Bonus Track] (Amey, Davies, Dymond, Harman, Hatchman) 2:43
17. I'm Going Back [Recorded by David] [Single A-Side, 1970] [Bonus Track] (Dee, Mason) 2:48
18. Selppin' [Recorded by David] [Single B-Side, 1970] [Bonus Track] (James) 4:48
Créditos:
Dave Dee: Vocals
Ian "Tich" Amey: Lead Guitar
John "Beaky" Dymond: Rhythm Guitar
Trevor "Dozy" Davies: Bass
Mick Wilson: Drums
(*) LP lançado originalmente em 1969.
Disco: Fresh Ear [Bonus Tracks]
Ano: 2006(*)
Faixas:
1. Mr. President (Davies, Dymond, Amey) 3:04
2. Too Much (Dymond) 5:46
3. She Was A Raver (Davies, Dymond) 4:11
4. Mystery Rider (Amey) 5:11
5. World (Davies) 5:16
6. Rain (Dymond) 4:45
7. Soukie (Davies) 2:55
8. Leader Of A Rock And Roll Band (Davies, Dymond) 2:49
9. Buttercup Joe (Davies) 0:37
10. Tonight Today [Single A-Side, 1969] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:17
11. Bad News [Single B-Side, 1969] [Bonus Track] (Amey, Dymond, Davies) 3:28
12. Frisco Annie [Single B-Side, 1970] [Bonus Track] (Dymond, Amey, Davies) 3:06
13. Festival [Single A-Side, 1970] [Bonus Track] (Davies) 3:03
14. I Want To Be There [Single A-Side, 1971] [Bonus Track] (Howard, Blaikley) 3:07
15. For The Use Of Your Son [Single B-Side, 1971] [Bonus Track] (Davies, Dymond, Amey) 2:42
16. They Won't Sing My Song [Single A-Side, 1972] [Bonus Track] (Cook, Greenaway, Channel) 5:00
17. Sarah [Featured on "Boxed", 1999] [Bonus Track] (Cook, Greenaway, Clarke) 3:33
18. You've Got Me On The Run [Single A-Side, 1979] [Bonus Track] (Mason) 2:59
19. Rock And Roll [Single B-Side, 1979] [Bonus Track] (Amey, Dymond, Lucas) 2:22
20. In The Coven [Single A-Side, 1980] [Bonus Track] (Lucas) 3:18
21. I Can't Stop Wanting You [Single B-Side, 1980] [Bonus Track] (Amey, Mason) 2:57
22. Matthew And Son [Single A-Side, 1988] [Bonus Track] (Stevens) 3:01
23. Matthew And Soon [Instrumental version] [Single B-Side, 1988] [Bonus Track] (Stevens) 3:01
Créditos:
Trevor Davies: Acoustic Guitar, Bass Guitar, Vocals, Maracas, Rhythm Guitar
John Dymond: Acoustic Guitar, Synthesizer, Vocals, Tambourine, Cowbell, Moog, Piano, Lead Guitar, Rhythm Guitar
Michael Wilson: Drums, Congas, Timpani, Tom Tom, Mallets, Bass Drum
Ian Amey: Acoustic Guitar, Vocals, Lead Guitar, Tambourine, Harmony Vocals, Rhythm Guitar
(*) LP lançado originalmente em 1970. Gravado por Dozy, Beaky, Mick & Tich.

Biografia:
Formado em 1961, a princípio com o nome de Dave Dee And The Bostons, esse espirituoso quinteto pop tornou-se famoso com o seguinte lineup: Dave Dee (nome verdadeiro: David Harman, nascido em 17 de dezembro de 1943, em Salisbury, Wiltshire, Inglaterra; vocais), Dozy (nome verdadeiro: Trevor Davies, nascido em 27 de novembro de 1944, em Enford , Wiltshire, Inglaterra; baixo), Beaky (nome verdadeiro: John Dymond, nascido em 10 de julho de 1944, em Salisbury, Wiltshire, Inglaterra; guitarra rítmica), Mick (nome verdadeiro: Michael Wilson, nascido em 4 de março de 1944, em Amesbury, Wiltshire, Inglaterra; bateria) e Tich (nome verdadeiro: Ian Amey, nascido em 15 de maio de 1944, Salisbury, Wiltshire, Inglaterra; guitarra solo) (nota minha: no original, Larkin equivoca-se quanto aos instrumentos tocados por alguns integrantes do grupo, engano aqui corrigido). 
A banda ganhou notoriedade com atuações ao vivo em várias casas noturnas de Hamburgo, Alemanha, em 1962. Suas performances temperavam rock-and-roll com pitadas de comicidade e uma arenga picante do seu simpático vocalista. Ao abrir os shows de uma turnê da Honeycombs pelo Reino Unido em 1964, o grupo chamou a atenção dos empresários Howard And Blaikley (Ken Howard e Alan Blaikley) e, via de consequência, assinou contrato com a Fontana Records por intermédio de Jack Baverstock, sendo-lhe designado o produtor Steve Rowland. Após dois singles bem-sucedidos, "No Time" e "All I Want", a banda atingiu as paradas do Reino Unido com a efusiva "You Make It Move".
A partir daí, o grupo amontoou uma sequência de doze grandes sucessos, todos executados com uma fineza de estilo e uma impecável teatralidade que se mostraram irresistíveis. Com músicas fornecidas por Howard e Blaikley, criou-se um autêntico memorial do pop, repleto de cenários melodramáticos. "Bend It" escancarou a fase ininteligível do grupo, permitindo a Dave balançar o dedo mínimo enquanto pronunciava a curiosa e sugestiva letra; "Zabadak" ostentou um arranjo exótico e foi cantada numa língua indecifrável; "The Legend Of Xanadu", com uma fantástica história, permitiu a Dee brandir um chicote nas apresentações ao vivo; "Last Night In Soho" retratou a saga da perdida inocência de um motoqueiro pelos metros quadrados mais conhecidos de Londres. A diversidade dos sucessos mantinha intato o charme da banda, mas não a impediu de perder terreno no final da década de 60. Dave Dee partiu para uma carreira solo exitosa antes de aventurar-se como apresentador de televisão e executivo de gravadoras. Os demais prosseguiram como um quarteto, porém, após uma canção de relativo sucesso, "Mr. President", e um disco, "Fresh Ear", o grupo dispersou-se. Um par de nostálgicas reuniões ocorreu posteriormente, mas não se mostraram suficientes para que se encarasse a sério a reativação da banda. Zabadak, uma fascinante fanzine, publicada na França, destina-se aos admiradores do grupo que desejam acompanhar todos os seus movimentos (The Enclyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 396-7; tradução livre do inglês).

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Roger McGuinn - Roger McGuinn & Band [Bonus Tracks]

Músico: Roger McGuinn
Disco: Roger McGuinn & Band [Bonus Tracks]
Ano: 2004(*)
Gênero: Folk Rock, Country Rock
Faixas:
1. Somebody Loves You (Stephen Love, Allen Kemp) 3:16
2. Knockin' On Heaven's Door (Bob Dylan) 3:20
3. Bull Dog (Richard Bowden) 1:59
4. Painted Lady (Greg Attaway, David Lovelace) 3:07
5. Lover Of The Bayou (Roger McGuinn, Jacques Levy) 3;25
6. Lisa (Roger McGuinn) 1:59
7. Circle Song (David Lovelace) 3:04
8. So Long (Richard Bowden) 3:12
9. Easy Does It (Roger McGuinn) 2:41
10. Born To Rock And Roll (Roger McGuinn) 3:21
11. Wasn't Born To Follow [Live] [Bonus Track] (Gerry Goffin, Carole King) 2:02
12. Chestnut Mare [Live] [Bonus Track] (Roger McGuinn, Jacques Levy) 5:51
Créditos:
Roger McGuinn: Guitar, Bass, Vocals
Richard Bowden: Guitar
Steve Love: Bass
David Lovelace: Keyboards
Greg Attaway: Drums
(*) LP lançado originalmente em 1975.
Biografia:
A biografia do músico já foi postada aqui, juntamente com o disco "Roger McGuinn", de 1973.

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Grateful Dead - Birth Of The Dead

Cover
Banda: Grateful Dead
Disco: Birth Of The Dead
Ano: 2001
Gênero: Psychedelic Rock, Jam Bands
Faixas:
Disc 1: The Studio Sides
The Autumn Sessions (gravado na Golden State Recorders, San Francisco, California, em 3 de novembro de 1965)
1. Early Morning Rain (Gordon Lightfoot) 3:22
2. I Know You Rider (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh) 2:41
3. Mindbender (Confusion's Prince) (Jerry Garcia, Phil Lesh) 2:41
4. The Only Time Is Now (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:24
5. Caution (Do Not Stop on Tracks) (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 3:17
6. Can't Come Down (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKerman, Bob Weir) 3:04
The Scorpio Sessions (gravado na Buena Vista Studio, San Francisco, California, em junho de 1966)
7. Stealin' [Instrumental] (Gus Cannon, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:40
8. Stealin' [with Vocals] (Gus Cannon, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:36
9. Don't Ease Me In [Instrumental] (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:01
10. Don't Ease Me In [with Vocals] (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:02
11. You Don't Have To Ask (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 3:35
12. Tastebud [Instrumental] (Ron McKernan) 7:04
13. Tastebud [with Vocals] (Ron McKernan) 4:35
14. I Know You Rider (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:36
15. Cold Rain And Snow [Instrumental] (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 3:15
16. Cold Rain And Snow [with Vocals] (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 3:17
The Hendricks Session (gravado na Columbus Recorders, San Francisco, California, em março de 1967)
17. Fire In The City [Jon Hendricks] (Peter Krug) 3:19
Disc 2: The Live Sides
Various Live Performances (gravado em julho de 1966, em San Francisco, California, em locais e dias desconhecidos)
1. Viola Lee Blues (Noah Lewis) 9:39
2. Don't Ease Me In (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 2:43
3. Pain In My Heart (Naomi Neville) 4:24
4. Sitting On Top Of The World (Walter Jacobs, Lonnie Carter) 3:51
5. It's All Over Now, Baby Blue (Bob Dylan) 5:12
6. I'm A King Bee (James Moore) 8:52
7. Big Boss Man (Al Smith, Luther Dixon) 5:11
8. Standing On The Corner (Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 3:46
9. In The Pines (Clayton McMichen, Slim Byard) 4:55
10. Nobody's Fault But Mine (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 4:15
11. Next Time You See Me (Earl Forest, Bill Harvey) 2:47
12. One Kind Favor (Jules Taub, Sam Hopkins) 3:44
13. He Was A Friend Of Mine (Traditional, Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKernan, Bob Weir) 4:45
14. Keep Rolling By (Traditional, arranged by Jerry Garcia, Bill Kreutzmann, Phil Lesh, Ron McKerman, Bob Weir) 7:57
Créditos:
Ron "Pigpen" McKernan: Organ, Harmonica, Vocals
Jerry Garcia: Lead Guitar, Vocals
Bob Weir: Rhythm Guitar, Vocals
Phil Lesh: Bass
Bill Kreutzmann: Drums
Jon Hendricks: Lead Vocals ("Fire In The City")
Biografia:
A enigmática, errática e mutante (clichê, mas absolutamente verdadeiro) Grateful Dead chamava-se inicialmente Mother McCree's Uptown Jug Champions, virando Warlocks em 1965. Várias versões para a escolha definitiva do nome Grateful Dead surgiram ao longo dos anos. A mais difundida é que a designação surgiu de uma consulta ocasional ao livro "Oxford Companion To Classical Music" (outros falam no dicionário da editora Funk & Wagnells, e Phil Lesh, membro da banda, cita o Britannica World Language Dictionary), sendo que a justaposição das palavras atraiu imediatamente a simpatia do grupo, na época um tanto estimulado pelo uso de DMT (nota minha: segundo a Wikipedia, "a dimetiltriptamina [N,N-dimetiltriptamina, onde: N,N-dimetil-1H-indolo-3-etanamina], cuja abreviatura é DMT, é uma substância psicodélica [grupo de agentes químicos também denominados como psicodislépticos]). A teoria de que o nome veio da obra "The Egyptian Book Of The Dead" (nota minha: no Brasil, "O Livro dos Mortos do Antigo Egito") foi desmentida por todos os integrantes da banda.
O lineup primitivo compreendia Jerry Garcia (nome verdadeiro; Jerome John Garcia, nascido no dia 1° de agosto de 1942, em São Francisco, Califórnia, EUA, e morto no dia 9 de agosto de 1995, em Forest Knolls, Califórnia, EUA; guitarra solo), Bob Weir (nome verdadeiro: Robert Hall, nascido no dia 16 de outubro de 1947, em São Francisco, Califórnia, EUA; guitarra base), Phil Lesh (nome verdadeiro: Philip Chapman Lesh, nascido no dia 15 de março de 1940, em Berkeley, Califórnia, EUA; baixo), Ron "Pigpen" McKernan (nascido no dia 8 de setembro de 1945, em São Bruno, Califórnia, EUA, e morto no dia 8 de março de 1973; teclados) e Bill Kreutzmann (nascido no dia 7 de abril de 1946, em Palo Alto, Califórnia, EUA; bateria). A Grateful Dead tem sido associada ao cenário do rock lisérgico de São Francisco desde sua criação, em 1965, quando participou da Acid Tests, de Ken Kesey (nota minha: conforme a Wikipedia, "a Acid Tests foi uma série de festas patrocinadas pelo escritor Ken Kesey, principalmente na área da baía de São Francisco, em meados da década de 1960, centradas inteiramente no uso e na defesa da droga psicodélica LSD, também conhecida como ácido"). Stanley Owsley fabricava o então liberado LSD e abastecia a banda e seus amigos com fartas doses. Esse evento alucinógeno foi devidamente gravado em fita durante um período de seis meses e relatado no livro "The Electric Kool-Aid Acid Test", de Tom Wolfe, que escreveu: "Eles não eram diletantes psicodélicos, descrevendo bonitas paisagens, mas verdadeiros desbravadores".
A sonoridade da banda, que no começo era rock, blues e R&B sem frescura, descambou para um estilo híbrido, mas distinguiu-se pelas canções extensas, viajantes e improvisadas. Na época do lançamento do seu primeiro disco, em 1967, o grupo já se mostrava bastante cultuado na região. "Grateful Dead" soa tosco perante a produção de discos dos anos 90, mas foi uma experiência desafiadora e pioneira de capturar, em estúdio, o som de um concerto ao vivo. "Cold Rain And Snow" e "The Golden Road To Unlimited Devotion" são músicas de curta duração que poderiam ter sido singles exitosos se a Warner Brothers soubesse divulgar a banda direito. O álbum seguinte, "Anthem Of The Sun", mostrou-se bem mais categórico. Nesse suposto disco ao vivo, utilizaram-se 17 concertos diferentes e 4 variados estúdios de gravação ao vivo. A ininterrupta suíte "That's It For The Other One", constituída por arrojados segmentos com títulos chamativos como "The Faster We Go, The Rounder We Get" e "Quadlibet For Tenderfeet", revelou-se um sucesso artístico. As inovadoras e coloridas capas dos discos do grupo espelhavam o excelente trabalho artístico praticado em São Francisco, sobretudo através do talentoso Kelley Mouse Studios (Alton Kelley e Stanley Mouse). O terceiro álbum continha músicas estruturadas e não se mostrava tão inacessível quanto o seu anacíclico título sugeria ("Aoxomoxoa"). Sinais de uma Grateful Dead amadurecida surgiram em "China Cat Sunflower" e na sublime "Mountains Of The Moon", aprimorada com a sonoridade de um cravo medieval. E foi com "Aoxomoxoa" que as letras da banda receberam um tratamento especial, graças à contribuição do membro adicional Robert Hunter (nascido no dia 23 de junho de 1941, em Arroyo Grande, Califórnia, EUA), que escreveu misteriosas histórias de conspirações.
Nos concertos, o grupo se alongava cada vez mais, às vezes tocando durante seis horas as mesmas canções. Seus incontáveis fãs, agora conhecidos como "Deadheads", participavam com prazer das maratonas musicais, tornando-se difícil saber quem consumia mais produtos químicos psicodélicos, se o público ou a banda. De qualquer maneira, os sons produzidos em certos momentos levavam o grupo aos píncaros da realização musical. A interação entre os fluídos e afiados solos de Garcia e as sinuosas linhas do baixo de Lesh se completava com os acordes jazzísticos e ousados da guitarra rítmica de Weir. Àquela altura, a banda adicionara um segundo baterista, Mickey Hart (nascido no dia 11 de setembro de 1943, em Nova Iorque, EUA), e outro tecladista, Tom Constanten, para fazer companhia ao instável McKernan, que enfrentava graves problemas com a bebida. Foi essa formação que gravou o essencial disco duplo "Live/Dead", de 1970. O auge de improvisação da banda aparece demonstrado na faixa "Dark Star". Durante seus 23 minutos, a música fervilha, desenvolve-se e atinge o apogeu quatro vezes, sempre num crescendo de soberba interpretação de Garcia e seus companheiros. Para muitos, "Dark Star" resume a essência da banda acima de tudo.
Nos dois álbuns subsequentes, "Workingman's Dead" e "American Beauty", prevaleceu uma forte influência do estilo harmonioso do grupo Crosby, Stills e Nash. As músicas breves e de estilo country enfatizaram a atuação de Garcia na pedal steel guitar (ele participara recentemente, como convidado, do disco "Déjà Vu", da banda Crosby, Stills, Nash & Young). Canções edificantes como "Uncle John's Band", "Ripple" e "Till The Morning Come" mesclaram-se a baladas vigorosas, ainda que românticas, como "Attics Of My Life", "Brokendown Palace" e "High Time". Os dois excelentes e irmanados álbuns abriram as portas da banda para um público muito mais amplo. Paradoxalmente, porém, o roteiro inverteu-se e a banda passou a lançar mais discos gravados ao vivo: o segundo álbum duplo, homônimo (originalmente chamado "Skullfuck"), seguido de perto pelo primeiro álbum triplo, "Europe '72". Após anos com a saúde enfraquecida pelo alcoolismo, McKernan morreu em 1973, sendo substituído por Keith Godchaux, da banda de Dave Mason, que, junto com sua esposa, Donna, nos vocais, compensou a trágica perda de "Pigpen". "Wake Of The Flood", de 1973, apontou uma delicada influência do jazz e tornou-se o álbum mais vendido do grupo até hoje. E nos discos posteriores de estúdio, a sonoridade suave persistiu. Todavia, em "Terrapin Station", de 1977, o movimento gradual rumo a um refinado distanciamento musical restou interrompido: o produtor Keith Olsen, habilmente, introduziu no disco um som mais encorpado e orquestrado e obrigou o grupo a ser mais disciplinado nas gravações.
Como uma banda performática, a Grateful Dead continuou prosperando, mas em estúdio a desorientação instalou-se. Para a gravação do funqueiro, porém decepcionante, "Shakedown Street", a produção ficou a cargo de Lowell George, da Little Feat. Embora já fizesse parte da equipe há alguns anos, o casal Godchaux nunca se mostrou muito adaptado ao grupo. Donna tropeçava seguidamente nos vocais, resultando em algumas atuações constrangedoras. Keith, por seu turno, passou a usar drogas pesadas. Ambos foram persuadidos a sair no final de 1979, e, em 21 de julho de 1980, Keith morreu num acidente automobilístico. "Go To Heaven", de 1980, com o novo tecladista Brent Mydland, exibia ares de disco pop: a capa mostrava os integrantes da banda vestindo ternos brancos, o que ocasionou o questionamento dos "Deadheads": "A banda ficou melosa?" Ironicamente, foi esse álbum desapontador que gerou o primeiro sucesso, ainda que em escala menor, na parada de singles americana, com "Alabama Getaway". Todos os membros da banda haviam experimentado drogas a valer por muitos anos, e, ao contrário de muitos músicos contemporâneos seus, conseguiram sobreviver. Garcia, no entanto, viciou-se em heroína no ano de 1982. E isso explica, retrospectivamente, a atuação sonolenta e o seu declínio gradual como guitarrista nos últimos anos, bem como seus vocais frequentemente débeis e trôpegos. Em meados dos anos 80, a banda tornou-se amorfa, mas ainda atraía um grande número de admiradores. Em 1986, porém, Garcia colapsou e chegou perto da morte devido a um coma diabético.
O regojizo e o alívio pela sobrevivência de Garcia transpareceram em "In The Dark", o primeiro disco de estúdio da banda em sete anos e um retorno impressionante aos bons tempos, resultando num single de sucesso internacional, "Touch Of Grey", com Garcia cantando os versos simples, porém autênticos, de Robert Hunter, seu coautor de longa data: "'Oh, tudo bem, um toque grisalho até que combina com você, isso é tudo o que eu tinha para dizer, está tudo ok". E a banda junta-se a Garcia para repetir o alegre refrão: "Vou sobreviver", com o plural na sequência: "Vamos sobreviver". "Touch Of Grey" também rendeu um videoclipe, cuja exposição na MTV garantiu à banda uma nova geração de fãs. O lacônico Garcia afirmou, com bom humor, que ele estava "apavorado" ao constatar que tinha um grande sucesso nas mãos. Enquanto isso, lutava para entrar em forma e se livrar da longa drogadição. "Built To Last", de 1989, foi um disco insípido, mas a banda continuou tocando para grandes plateias. Desde então, a Grateful Dead tem sido reconhecida como a banda de maior bilheteria na história da música. Em agosto de 1990, Mydland morreu por causa de uma combinação letal de cocaína e morfina. Bruce Hornsby o substituiu temporariamente até que Vince Welnick (nascido no dia 21 de fevereiro de 1951, em Phoenix, Arizona, EUA, e morto no dia 2 de junho de 2006, nos Estados Unidos; ex-Tubes) assumisse os teclados em tempo integral. Em 1990, a discografia das gravações ao vivo da banda aumentou com o irregular "Without A Net" e o fraco "Dylan And The Dead".
A transcendental Grateful Dead resistiu a vários momentos difíceis em sua extensa carreira. E seu progresso foi atravancado novamente quando Garcia contraiu uma grave infecção pulmonar. Após largo período hospitalizado, o guitarrista obteve alta, mas prometendo agora escutar os conselhos dos médicos. A banda excursionou ao longo de 1993 e 1994, e, na sequência, começou a gravar um novo disco de estúdio. Entretanto, no dia 9 de agosto de 1995, Garcia sofreu um infarto fulminante, ironicamente enquanto se encontrava alojado em Serenity Knolls, um centro de reabilitação de viciados em drogas, localizado no condado de Marin, na Califórnia. Afirma-se que ele foi encontrado deitado em sua cama segurando uma maçã e com um sorriso no rosto. A reação da mídia internacional a essa mórbida particularidade foi realmente surpreendente: Garcia estampava um sorriso irônico por ter finalmente ganhado respeitabilidade no mundo todo. A imprensa concordava em peso que um grande talento do mundo da música havia falecido (ou será que todos os editores dos noticiosos diários eram ex-hippies na faixa dos 40 anos ou mais?). Nos Estados Unidos, a comoção foi comparável às mortes do presidente Kennedy, Martin Luther King, Elvis Presley e John Lennon. Em poucas horas, mais de 10 mil postagens abarrotaram a internet, uma vigília noturna aconteceu em São Francisco e o presidente americano, Bill Clinton, teceu loas à Garcia, chamando-o de gênio. O prefeito de São Francisco pediu que as bandeiras ficassem hasteadas a meio mastro, e, apropriadamente, o pavilhão da prefeitura foi assim içado. Bob Dylan disse que não havia como medir a grandeza ou a magnitude de Garcia.
O alto conceito que Garcia desfrutou nos Estados Unidos é indiscutível, mas espera-se que ele seja lembrado em outros países não somente como o músico que tocou pedal steel guitar na conhecida abertura de "Teach Your Children", de Crosby, Stills & Nash. Garcia foi um gigante hippie que sempre se manteve bem-humorado, sereno, humilde e digno de crédito até a sua morte prematura. Numa coletiva de imprensa, em dezembro de 1995, os membros restantes da banda anunciaram que enterrariam o nome da banda junto com Garcia. Sem preocupações financeiras, eles embarcaram em trabalhos solos que desembocariam no século XXI, que é precisamente o lugar em que muitos dos seus fãs acreditavam que eles sempre estiveram. Em 1998, Lesh foi hospitalizado com hepatite, brecando temporariamente sua atividade com Bob Weir no grupo Other Ones. Em fevereiro de 2003, Weir, Lesh, Hart e Kreutzmann anunciaram uma nova turnê, denominando-se Dead, em deferência a Garcia. Entre os músicos convidados do grupo figuravam Joan Osborne (vocais), Rob Barraco (teclados e vocais) e Warren Haynes (guitarra e vocais).
A Grateful Dead conheceu todas as emoções do rock, folk, soul, R&B, blues e country, tocando sempre com o coração. Sua sonoridade era eclética e única. Eventualmente desordenada e inexpressiva, mas, na maior parte do tempo, excepcional na sua capacidade de interagir e improvisar. Amor ou ódio, preto ou branco, é impossível ficar indiferente à música da Grateful Dead. Ou se gosta ou não se gosta. Simples assim (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 620-2; tradução livre do inglês).

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Steve Winwood - Roll With It/Refugees Of The Heart

Músico: Steve Winwood
Gênero: Classic Rock

Disco: Roll With It
Ano: 1988
Faixas:
1. Roll With It (5:20)
2. Holding On (6:16)
3. The Morning Side (5:14)
4. Put On Your Dancing Shoes (5:13)
5. Don't You Know What The Night Can Do? (6:55)
6. Hearts On Fire (5:17)
7. One More Morning (5:00)
8. Shining Song (5:29)
Músicas de autoria de Steve Winwood e Will Jennings, exceto "Hearts On Fire", composta por Steve Winwood e Jim Capaldi.
Créditos:
Steve Winwood: Lead Vocals, Bass Guitar, Guitar, Piano, Drums, Keyboards, Hammond Organ, Moog Bass, Mini Moog
Paul Pesco: Guitar (faixas 3, 6)
Mike Lawler: Keyboards
Robbie Kilgore: Keyboards (faixas 2, 4, 8)
John Robinson: Drums (faixas 2-7)
Mark Williamson, Tessa Niles: Backing Vocals (faixas 1, 2, 4-6, 8)
Andrew Love: Tenor Saxophone (faixas 1, 2, 6, 7)
Wayne Jackson: Trumpet & Trombone (faixas 1, 2, 6, 7)
Bashiri Johnson: Percussion (faixas 2-5, 7)
Jimmy Bralower: Percussion (faixas 4, 8)
Tom Lord-Alge: Tambourine (faixa 8)
Disco: Refugees Of The Heart
Ano: 1990
Faixas:
1. You'll Keep On Searching (6:21)
2. Every Day (Oh Lord) (5:51)
3. One And Only Man (5:03)
4. I Will Be Here (5:59)
5. Another Deal Goes Down (4:58)
6. Running On (4:20)
7. Come Out And Dance (5:35)
8. In The Light Of Day (9:45)
Músicas de autoria de Steve Winwood e Will Jennings, salvo "One And Only Man", composta por Steve Winwood e Jim Capaldi.
Créditos:
Steve Winwood: Vocals, Keyboards, Hammond Organ, Mini Moog, Bass, Guitar, Additional Percussion, Vibes, Additional Drums
Russ Kunkel: Drums (faixas 1, 4, 5)
Michael Rhodes: Bass (faixas 1, 2, 4, 5, 6, 7)
Bashiri Johnson: Percussion (faixas 1, 2, 4, 5, 6, 7, 8)
Randall Bramblett: Saxophone (faixa 1), Saxophone Solo (faixa 7), Tenor Saxophone (faixa 8)
Anthony Crawford: Guitar (faixa 1)
Mike Lawler: Additional Keyboards (faixas 1, 4)
Jim Capaldi: Drums (faixas 2, 3, 7), Percussion (faixa 3)
Larry Byrom: Guitar (faixas 2, 4, 6, 7), Slide Guitar (faixa 5)
Jim Horn: Alto Saxophone (faixa 4), Baritone & Tenor Saxophones (faixa 7)
Eddie Bayers: Drums (faixa 6)
Michael Haynes: Trumpet (faixa 7)
Harvey Thompson: Additional Saxophone (faixa 7)

Biografia:
A biografia do músico já foi postada aqui, juntamente com o disco "Arc Of A Diver [Deluxe Edition]", de 2012.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...