domingo, 5 de junho de 2016

The Count Bishops - Discografia essencial

Banda: The Count Bishops
Gênero: Garage Rock, Pub Rock

Disco: Good Gear
Ano: 1977
Faixas:
1. Don't Start Cryin' Now (Moore, West) 2:04
2. Shake (Cooke) 2:08
3. Walkin' The Dog (Thomas) 3:38
4. Somebody's Gonna Get Their Head Kicked In Tonight (Spencer) 2:50
5. I Want Candy (Feldman, Goldstein, Gottehrer, Russel) 3:23
6. Wang Dang Doodle (Dixon)  5:37
7. Dear Dad (Berry) 1:40
8. Confessin' The Blues (Brown, McShann) 3:25
9. Little By Little (Jagger, Richards, Spector) 2:40
10. Carol (Berry) 2:35
11. Johnny B. Goode (Berry)  2:00
12. Dust My Blues (James) 2:50
13. Shake Your Moneymaker (James) 2:38
Créditos:
Zen Hierowski (aka Zenon De Fleur): Vocals, Guitars
Johnny Guitar: Vocals, Guitars
Paul Balbi: Drums
Steve Lewins: Bass
http://jar.ma/18K3H
Disco: The Count Bishops
Ano: 1977(*)
Faixas:
1. I Need You (Davies) 2:22
2. Stay Free (De Fleur) 3:08
3. Down In The Bottom (Dixon) 2:52
4. Talk To You (Lewins) 3:45
5. Shake Your Moneymaker (James) 2:31
6. Down The Road A Piece (Raye) 2:51
7. Baby You're Wrong (De Fleur) 2:44
8. Don't Start Crying Now (Moore) 2:05
9. Someone's Got My Number (Lewins) 2:33
10. Sometimes Good Guys Don't Wear White (Cobb) 2:47
11. You're In My Way (Lewins) 3:11
12. Taste And Try (Youlder) 2:33
Créditos:
Johnny Guitar: Lead Guitar, Vocals
Zenon De Fleur: Guitar, Slide Guitar
Steve Lewins: Bass
Dave Tice: Vocals
Paul Balbi: Drums
Julian Holland: Piano ("Down The Road A Piece")
(*) CD lançado em 2005.
http://nssznz.link-protector.com
Disco: Cross Cuts
Ano: 1979(*)
Faixas:
1. I Take What I Want (Hayes, Porter, Hodges) 2:39
2. Could You Would You (Morrison) 3:09
3. What's Your Number (Tice) 2:21
4. Your Daddy Don't Mind (Tice, De Fleur) 2:18
5. Good Times (Vanda, Young) 3:21
6. Too Much, Too Soon (Tice, Balbi) 2:30
7. Rolling Man (De Fleur) 2:57
8. I Want Candy (Feldman, Goldstein, Gottehrer, Russel) 2:27
9. Somebody's Gonna Get Their Head Kicked In Tonight (Spencer) 2:32
10. Hands On The Wheel (Tice, De Fleur)     2:25
11. Don't Start Me Talking (Williamson) 2:29
12. These Arms Of Mine (Redding) 3:17
13. No Lies (Tice, De Fleur) 2:38
14. Mr. Jones (Loudermilk) 2:03
Créditos:
Johnny Guitar: Guitar, Piano, Slide Guitar, Vocals
Paul Balbi: Drums, Backing Vocals
Zenon De Fleur: Guitar, Slide Guitar, Backing Vocals
Dave Tice: Vocals, Harmonica
Pat McMullan: Bass, Vocals
Julian Holland: Piano
Noel Norris, Ruan O'Lochlainn: Horns
(*) CD lançado em 2005.
http://nsfw.in/c12
Disco: Live
Ano: 1978
Faixas:
1. Too Much, Too Soon (Tice, Balbi)
2. Till The End Of The Day (Davies)
3. Taking It Easy (Lewins)
4. Train Train (De Fleur)
5. Somebody's Gonna Get Their Head Kicked In Tonight (Spencer)
6. Sometimes Good Guys Don't Wear White (Cobb)
7. Don't Start Me Talking (Williamson)
8. Baby You're Wrong (De Fleur)
9. I Don't Like It (Tice, De Fleur)
10. I Want Candy (Feldman, Goldstein, Gottehrer, Russel)
Créditos:
Zenon De Fleur: Guitar
Johnny Guitar: Guitar
Paul Balbi: Drums
Dave Tice: Vocals
Pat McMullan: Bass
Gravado ao vivo no The Roundhouse, Londres, Inglaterra, em 18 de fevereiro de 1978.
Disco: Speedball Plus 11
Ano: 1995
Faixas:
1. Route 66 (Troup) 2:57
2. I Ain't Got You (Carter) 1:50
3. Beautiful Delilah (Berry) 2:08
4. Teenage Letter (Richard) 2:25
5. Cry To Me (Russell) 3:40
6. Buzz Me Babe (Moore, West) 2:55
7. Sweet Little Sixteen (Berry) 2:47
8. Honey I Need (Taylor, Button, Smithling) 2:11
9. Carol (Berry) 2:37
10. Don't Start Crying Now (Moore, West) 2:02
11. Mercy Mercy (Covay, Miller) 3:00
12. Reelin' And Rockin' (Berry) 3:14
13. Down The Road A Piece (Raye) 2:49
14. I'm A Man (McDaniels) 3:42
15. I Want Candy (Feldman, Goldstein, Gottehrer, Russel) 3:13
Créditos:
Johnny Guitar: Guitar, Vocals
Paul Balbi: Drums
Mike Spenser: Vocals
Steve Lewins: Bass
Zenon De Fleur: Guitar, Vocals
http://bit.do/b4GSA

Biografia:
A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi extraída do site Oldies, que, por sua vez, cita, como fonte primária do texto, a Encyclopedia Of Popular Music, de Colin Larkin (sob licença da editora Muze).
Essa banda de R&B britânica, altamente energética, ombreou-se, em termos de excelência, a grupos como Dr. Feelgood e Eddie And The Hot Rods. Liderava-a, originalmente, o vocalista Mike Spenser, natural do Brooklyn, Nova Iorque, EUA. Spenser veio dos Estados Unidos e trabalhou, em Londres, como empresário de turnês para a banda Chrome. Inicialmente, ele cantou duas ou três músicas com a banda antes de assumir o posto de vocalista. Após telefonar para seu amigo Johnny Guitar (nome verdadeiro: John Crippen), que voou dos Estados Unidos para juntar-se ao grupo, Spenser e os demais integrantes da Chrome mudaram o nome da banda para Count Bishops. Contratada pela pioneira gravadora independente Chiswick Records, em 1975, a banda lançou o EP "Speedball", um dos primeiros lançamentos da incipiente "new wave". 
Embora Spenser tenha cantado no EP (comercializado em dezembro), ele foi rapidamente substituído pelo vozeirão Dave Tice. Spenser, posteriormente, lideraria a Cannibals. O trabalho dos dois guitarristas, Zenon De Fleur (falecido em 17 de março de 1979) e Johnny Guitar, era sustentado pela seção rítmica composta por Pat McMullan (baixo) e Paul Balbi (bateria). Antes do advento de "I Want Candy", de 1978, a banda resolveu denominar-se apenas Bishops. Um disco ao vivo foi gravado na legendária Roundhouse, em Chalk Farm, no mês de fevereiro de 1978, mas, decorrido um ano, sobreveio a tragédia: Zenon De Fleur sofreu um ataque cardíaco fatal depois de envolver-se num acidente de carro, em Londres, no dia 17 de março. 
O guitarrista tinha apenas 28 anos. Sua morte antecipou o lançamento de "Cross Cuts", e a banda separou-se pouco tempo depois, ainda que, antes, um punhado de shows tivesse sido realizado sem De Fleur. O grupo retornou em dezembro de 1979, para gravar ao vivo no pub Hope And Anchor, em Islington, visando à coletânea "The London R&B Sessions" (nota minha: lançado em 1980). O lineup, naquele momento, era Dave Tice (vocal, harmônica), Johnny Guitar (guitarra), Pat McMullan (baixo) e Charles Morgan (bateria). Johnny Guitar ocuparia, mais tarde, o posto de John Mayo na Dr. Feelgood, mas a Bishops ainda realizaria uma gravação derradeira em 1984 (nota minha: se a gravação realmente ocorreu, não há notícia de que o disco tenha sido lançado; talvez o biografista se refira ao álbum "Double Agent", que Johnny Guitar gravou em parceria com Bill Hurley em 1985).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...