quarta-feira, 13 de abril de 2016

Ray Bennett - Discografia essencial

Músico: Ray Bennett
Gênero: Progressive Rock

Disco: Whatever Falls
Ano: 2001
Faixas:
1. La Verite des Miracles (6:00)
2. Torn Apart (4:51)
3. Under The Wheel (5:04)
4. Digging With A Spoon (3:27)
5. Ahh! (3:18)
6. Stella (2:41)
7. Changing (5:48)
8. Davey Goes To The Park (6:35)
9. Whatever Falls (5:54)
10. New West (4:52)
Músicas de autoria de Ray Bennett.
Créditos:
Ray Bennett: Vocals, Guitar, Bass Guitar, Keyboard, Ebo, Electronic Percussion
David Kannenstine: Bass Guitar ("Whatever Falls", "Ahh!")
Mark Pardy: Drums  & Acoustic Percussion (todas as faixas, menos "Stella")
http://tiny.cc/lyosay
Disco: Angels & Ghosts [Compilation]
Ano: 2001
Faixas:
1. Watch Your Step [London, 1973] [Flash's Song Unreleased] (Bennett, Carter, Banks, Hough) 2:48
2. Hold On [London, 1974] (Bennett) 4:25
3. Who [London, 1975] (Bennett) 5:12
4. Everything Changes [London, 1976] (Bennett, Jordan) 3:59
5. It's Alright [New York, 1989] (Bennett) 4:31
6. Mister F [New York, 1992] (Bennett, Fritz) 3:20
7. Baby [New York, 1992] (Bennett, Fritz) 2:22
8. Cool Religion [New York, 1993] (Bennett) 4:01
9. Lay Your Head Down [New York, 1993] (Bennett) 4:42
10. Nightingale [New York, 1994] (Bennett) 4:14
11. Don't Miss A Beat [New York, 1993] (Bennett) 5:09
12. Terpsichore [New York, 1997] (Bennett) 4:50
13. Indian Food [New York, 1997] (Bennett) 2:04
14. Interview [WLIR-FM Long Island, NY, 1977] 3:44
15. Never Stand Behind An Old Piano [London, 1973] (Flash) 2:25
Créditos:
Ray Bennett: Bass (faixas 1-6, 8-12), Vocals (faixas 1-3, 5, 7-11), Acoustic Guitar (faixas 4, 10), Guitar (faixas 5, 7-9, 11-13), Electric Guitar (faixa 10), Keyboards (faixas 6, 7, 9, 11-13)
Colin Carter: Lead Vocals (faixas 1, 2)
Peter Banks: Guitar (faixas 1, 3), Vocals (faixa 1)
Mike Hough: Drums (faixas 1, 2)
Gordon Smith: Guitar (faixa 2), Vocals (faixa 2)
Chris Pidgeon: Keyboards (faixa 2)
Sidonie Jordan (aka Sydney Fox): Lead Vocals (faixas 3, 4)
Andrew McCullock: Drums (faixas 3, 4)
Ed Fritz: Guitar (faixas 5-9)
Anthony Vigliotti: Drums (faixa 5)
Dan O'Connor: Drums (faixas 8, 9, 11)
Mark Pardy: Drums (faixa 12), Percussion (faixa 13)
https://tr.im/CZwKV

Biografia:
Nascido em Kent, Reino Unido, Ray Bennett cresceu, na maior parte do tempo, em Sevenoaks, sudeste de Londres. Ele começou a tocar guitarra aos 12 anos e aos 15 começou a tocar baixo em uma banda local, The Breed, com Bill Bruford (integrante, mais tarde, da Yes e King Crimson), então com 16 anos, na bateria. Aos 21 anos, depois de alguns anos na Faculdade de Arte e um breve período empunhando o baixo na The Gun (n° 1 nas paradas britânicas com o hit "Race With The Devil"), Ray, o baterista Mike Hough, o vocalista Colin Carter e um dos criadores do rock progressivo, ex-guitarrista da Yes, Peter Banks, formaram a Flash (nota minha: a discografia da Flash já foi postada aqui).
A Flash colocou três notáveis discos nas paradas dos Estados Unidos, através da EMI-Capitol: "Flash" (1972), "In The Can" (1972) e "Out Of Our Hands" (1973). O single "Small Beginnings", do seu álbum de estreia, alcançou o posto n° 28 da Billboard. Todos os três discos foram relançados em CD e dois, "Flash" e "Out Of Our Hands", estão disponíveis como um CD duplo remasterizado, distribuído pela EMI-Friday Music. "Psychosync", um bootleg extraído de um show de rádio ao vivo e de uma aparição no programa de televisão Midnight Special, encontra-se no mercado por obra da gravadora Voiceprint.
Voltando à guitarra solo como seu instrumento principal, Ray gravou dois CDs pela Voiceprint: "Whatever Falls" (2001), um amplo apanhado do seu trabalho individual, onde se explora a sua versatilidade vocal e instrumental e no qual atuou também como produtor, e "Angels & Ghosts" (2001), uma compilação do seu material solo e colaborações espalhadas ao longo de 20 anos, acrescidos de performances com a Flash, com Andrew McCulloch (King Crimson) e com Sydney Fox (Empire, Jon Stewart) (nota minha: também conhecida como Sidonie Jordan).
Na primavera de 2005, Ray juntou-se ao seu ex-colega da Flash, Colin Carter, para um show no Baja Progrock Festival, no México. Eles continuaram a se apresentar como uma dupla, chamada Bennet Carter Band, durante a primavera de 2006, executando seu som marcante de rock clássico.
Ray veio a Las Vegas, Nevada, em busca de "um dos últimos lugares livres nos Estados Unidos". Atualmente, ele se dedica à mixagem de trabalhos da Flash com vistas a um futuro CD da banda (MySpace; tradução livre do inglês).

3 comentários:

Esquina Progressiva disse...

Olá. Estou dando meus primeiros passos em um blog especializado em Rock Progressivo chamado Esquina Progressiva. Coloquei seu blog na minha lista e se pudesse gostaria que colocasse o meu aqui na sua pra espalharmos a boa música. Abraço.

http://esquinaprogressiva.blogspot.com.br/

Indignaldo Silva disse...

OK, já está adicionado. Sucesso com o blog.

Esquina Progressiva disse...

Muito obrigado. Sucesso pra nós.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...