quarta-feira, 1 de julho de 2015

David Bowie - Pin Ups [Bonus Tracks]

Músico: David Bowie
Disco: Pin Ups [Bonus Tracks]
Ano: 1991(*)
Gênero: Glam Rock
Faixas:
1. Rosalyn (Duncan, Farley) 2:27
2. Here Comes The Night (Berns)    3:09
3. I Wish You Would (Arnold) 2:40
4. See Emily Play (Barrett) 4:03
5. Everything's Alright (Crouch, Konrad, Stavely, James, Karlson) 2:26
6. I Can't Explain (Townshend) 2:07
7. Friday On My Mind (Young, Vanda) 3:18
8. Sorrow (Feldman, Goldstein, Gottehrer) 2:48
9. Don't Bring Me Down (Dee) 2:01
10. Shapes Of Things (Samwell-Smith, McCarthy) 2:47
11. Anyway, Anyhow, Anywhere? (Townshend, Daltrey) 3:04
12. Where Have All The Good Times Gone (R. Davies) 2:35
13. Growin' Up [Previously Unreleased] [Bonus Track] (Springsteen) 3:26
14. Amsterdam [Single B-Side, 1973] [Bonus Track] (Brel, Shuman) 3:19
Créditos:
David Bowie: Vocals, Guitar, Saxophone
Mick Ronson: Guitar, Piano, Vocals
Mike Garson: Piano
Trevor Bolder: Bass
Aynsley Dunbar: Drums
Ken Fordham: Saxophone
G.A. MacCormack: Backing Vocals
Ron Wood: Guitar ("Growin' Up")
(*) LP lançado originalmente em 1973.
http://freetexthost.com/vu4ex5w4ih
Resenha:
Talvez o disco de covers "Pin Ups" tenha sido concebido como um respiro, uma pausa para David Bowie e The Spiders From Mars reagrupar-se em meio à histeria em torno de Ziggy Stardust, ou, quem sabe, uma homenagem sincera às influências de Bowie. Seja como for, "Pin Ups" sinalizou, pela primeira vez, que a persona Ziggy estava fraquejando. O álbum não é ruim ⏤ com efeito, trata-se de uma coleção energética e  contagiante de  canções abrangendo mod,  R&B  e  rock  &  roll britânico ⏤, porém um lançamento só de covers, na época, soou estranho, sugerindo que Bowie andava carente de inspiração. Visto isoladamente, "Pin Ups" é bastante agradável, especialmente porque a seleção é muito criteriosa.
Bowie   escolheu,  na   sua   maioria,  músicas   que   nunca fizeram sucesso   na América ⏤ mesmo as canções eleitas de Kinks, Who, Yardbirds e Pink Floyd padeciam de obscuridade ⏤, circunstância que deu encantamento ao disco. Bowie e The Spiders tocaram músicas de Pretty Things ("Rosalyn", "Don't Bring Me Down"), Merseys ("Sorrow") e Easybeats ("Friday On My Mind"), com vigor e audácia, às vezes extrapolando as diretivas das versões originais. Então, ainda que não figure como a melhor mostra do catálogo de Bowie, "Pin Ups" revela-se prazeroso, mas, sendo o derradeiro trabalho da Spiders From Mars, merecia originalidade à altura (Stephen Thomas Erlewine, AllMusic; tradução livre do inglês).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...