quinta-feira, 20 de abril de 2017

Bulbous Creation - You Won't Remember Dying

Banda: Bulbous Creation
Disco: You Won't Remember Dying
Ano: 2014(*)
Gênero: Hard Rock, Acid Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. End Of The Page (4:48)
2. Having A Good Time (4:08)
3. Satan (6:05)
4. Fever Machine Man (6:30)
5. Let's Go To The Sea (8:27)
6. Hooked (4:06)
7. Under The Black Sun (3:14)
8. Stormy Monday (4:46)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Paul Parkinson: Vocals, Guitar
Alan Lewis: Guitar
Jim "Bugs" Wine: Bass
Chuck Horstmann: Drums
(*) Gravado em 1969 e 1970.
Biografia:
Banda roqueira americana, estabelecida em Kansas, cuja sonoridade era uma mistura lúgubre de psicodelia e rock pesado, a Bulbous Creation esperou muito tempo após sua separação para obter reconhecimento extramuros. A banda foi formada pelo baixista Jim "Bugs" Wine e o guitarrista, vocalista e compositor Paul Parkinson, que se criaram em Prairie Village, uma localidade a cerca de dez quilômetros da cidade de Kansas. Parkinson aprendeu a tocar guitarra quando era adolescente e atuou num punhado de grupos efêmeros enquanto cursava o segundo grau, a maioria com o seu velho amigo Wine no baixo. Em 1966, Wine entrou para o exército, e, após dar baixa do serviço militar, foi morar na cidade de Kansas. Ele estava bastante interessado em montar uma banda, e um anúncio no jornal aproximou-o de Alan Lewis, um talentoso guitarrista, e Chuck Horstmann, um competente baterista. No entanto, a banda precisava melhorar suas composições, e isso foi feito com o ingresso de Parkinson ⏤ contribuindo com letras e vocais ⏤, depois de um encontro com Wine. (Um quinto membro, Lynne Wenner, participava ocasionalmente das apresentações ao vivo da banda, tocando teclados.) Lewis queria chamar a banda de Bulbous, mas enfrentava resistência dos demais, porém quando alguém sugeriu acrescentar Creation ao nome, o grupo aceitou a denominação.
A Bulbous Creation executava praticamente só canções próprias, o que lhe dificultou encaixar-se no circuito musical de Kansas; seu talento era reconhecido apenas no contexto underground. Em 1971, a banda gravou num único dia, no estúdio Cavern Sound, em Independence, Missouri, as oito canções que compuseram seu solitário disco. Todavia, antes que a banda juntasse dinheiro para prensar os LPs, Parkinson caiu fora, preferindo seguir carreira solo. Horstmann também resolveu sair, e Wine e Lewis reformularam o grupo, renomeando-o Creation e completando-o com o guitarrista Roger Sewell, o baterista Tommy Ward e o cantor Wayne Austin. O disco ficou engavetado até 1995, ano em que o colecionador e arquivista Rich Haupt topou com uma cópia da gravação e lançou o álbum, sem autorização, através da sua gravadora, Rockadelic Records. O acanhado lançamento ocasionou uma reverenciada admiração pelas escassas porém poderosas e soturnas músicas da banda, e suas expressivas letras. Um câncer ceifou a vida de Alan Lewis em 1998, e, em 2001, Paul Parkinson também sucumbiu a uma leucemia. Em 2014, o disco do grupo, intitulado "You Will Not Remember Dying", ainda que tardiamente, recebeu lançamento oficial, através da respeitada gravadora Numero Group, que também incluiu a canção "End Of The Page" no álbum "Local Customs: Cavern Sound", uma compilação de músicas raras registradas no Cavern Sound, por encomenda de diversas gravadoras (Mark Deming, AllMusic; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...