segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Unicorn - Shed No Tear: The Shed Studio Sessions

Cover
Banda: Unicorn
Disco: Shed No Tear: The Shed Studio Sessions
Ano: 2002
Gênero: Blues Rock, Folk Rock, Country Rock
Faixas:
1. Open Sea (Baker) 3:08
2. Don't Want To Go Home Alone (Baker) 3:19
3. Canada's A Long Way (Baker) 3:36
4. Singing Your Praise (Baker) 4:38
5. Social Shirker (Baker) 3:44
6. You Can Have A Dream (Baker) 3:44
7. Get It Back (Baker) 3:56
8. Rainy Season (Baker) 4:49
9. Open Books (Baker) 3:32
10. Restless (Baker) 3:10
11. Is That A Shame? (Baker) 5:09
12. Stay Out Of My Dreams (Baker) 3:19
13. Can't Stop Thinking About You (Baker) 4:07
14. You Tell Too Many Lies (Baker) 4:47
Bonus Tracks
15. Don't Tell Me How I Know [Demo recorded ad David Gilmour home studio Oxfordshire circa 1979/80 (Baker) 2:30
16. Rio De Janeiro [Demo cassette recorded at Easy Street Studio, London, circa 1977] (Baker) 3:49
17. Volcano [Out take from Blue Pine Trees album 1974 on Famous Charisma] (Baker) 3:16
18. So Far Away [Out take from Too Many Crooks album 1976 on Harvest] (Baker) 3:12
19. Ballad Of John And Julie [Recorded for BBC Bob Harris show circa 1974/75] (Baker) 4:50
20. Bog Trotter [B side of Ooh Mother single on Famous Charisma 1974] (Baker) 4:50
Créditos:
Ken Baker: Guitars, Keyboard, Harmonica, Vocals
Pete Perryer: Drums, Percussion, Vocals
Pat Martin: Bass Guitar, Guitar, Vocals
Kevin Smith: Lead Guitar, Slide Guitar, Mandolin
Músicos adicionais:
Robert Jacob: Guitar (faixa 13)
Gary Smith: Drums (faixa 15)
https://mega.co.nz/#!gh4FUARL!VaFLOLq96EKOICL2fP7EEh6QGKU7MIUUMIZXNyd1sTA
Biografia:
A saga da Unicorn começou em 1963, quando Ken Baker conheceu Pat Martin na escola de ensino médio, na Inglaterra. Ambos estavam aprendendo a tocar guitarra na época e logo começaram a executar músicas dos grupos ingleses da moda e covers dos Beatles na garagem de Martin. O baterista e vocalista Peter Perryer juntou-se à dupla, e várias pessoas revezaram-se no baixo até Martin passar a tocá-lo, após a entrada de Trevor Mee (que já integrara a banda Tony Rivers & The Castaways) como guitarrista. Em 1968, o grupo apresentava-se como Late Edition (ou simplemente Late, como se autodenominava em 1968) e trabalhava como banda de apoio para cantores. Em 1969, durante uma série de concertos em Copenhagen, a banda escutou o disco homônimo de Crosby, Stills & Nash, lançado em maio do mesmo ano, que a influenciou sobremaneira: tão logo retornou à Inglaterra adotou a sonoridade country.
O grupo registrou novas demos, repassadas posteriormente ao selo Transatlantic, que a contratou para a gravação de um disco. Hugh Murphy, jovem produtor e aprendiz de Shel Talmy, passou a trabalhar com a banda (mais tarde, tornou-se produtor de "Baker Street", sucesso de Gerry Rafferty), que experimentou algumas denominações novas (incluindo Pink Bears), mas terminou decidindo-se pelo nome Unicorn para o lançamento do seu primeiro single. Um tributo ao compositor americano, "P.F. Sloan" foi lançado pelo selo Big T, da Transatlantic, mais conhecido pelo seu elenco folk (Bert Jansch e John Renbourn). O disco longo de estreia, "Uphill All The Way", surgiu em 1971, também pela Big T. As gravações posteriores sofreram manifesta inspiração de bandas então em voga, como a Traffic.
Na mesma época, Mee deixou o grupo, sendo substituído por Kevin Smith (ex-Camel), que trouxe para o repertório da Unicorn sua admiração pela era Byrds integrada por Clarence White. Seguiu-se uma turnê pela Europa, abrindo para a Flying Burrito Brothers num programa de televisão na Holanda. Em 1973, a banda apresentou-se na festa de casamento de um amigo, onde topou com David Gilmour, da Pink Floyd, que se juntou ao grupo, no final do evento, numa sessão improvisada de "Heart Of Gold", de Neil Young. Mais tarde, Gilmour colocou-se à disposição da banda para produzi-la no novo estúdio que construíra no seu retiro em Essex. E lá realmente a Unicorn realizou várias gravações ⏤ com Gilmour dedilhando a pedal steel e ajudando-a a conseguir um novo contrato com a organização EMKA, do seu empresário Steve O'Rourke. Foi Gilmour também que produziu o disco subsequente da banda, "Blue Pine Trees", gravado no Olympic Studios, em Londres.
Esse álbum ⏤ provavelmente o melhor do grupo, soando um pouco como as bandas americanas Poco, Firefall e Flying Burrito Brothers, do gênero soft rock/country rock ⏤ foi lançado no Reino Unido pela Charisma Records, nos Estados Unidos pela Capitol e no resto do mundo pela EMI. A Capitol bancou a excursão americana da Unicorn, que abriu shows de Fleetwood Mac, Mandred Mann's Earth Band, Climax Blues Band, Camel, Doobie Brothers, Billy Joel, Linda Ronstadt e Styx. Em 1975, a banda gravou, nos estúdios Air, de George Martin, e Olympic, o disco "Too Many Crooks" (intitulado, nos Estados Unidos, de "Unicorn II"), contendo material que sobrou das primeiras sessões com Gilmour. Posteriormente, a Harvest, da EMI, editou o álbum.
A banda prosseguiu excursionando com os principais grupos da época ao longo dos anos seguintes, regressando ao estúdio ⏤ desta vez o Brittania Row, da Pink Floyd, em Islington ⏤ para formalizar uma nova parceria com Gilmour. Quando Gilmour deixou a gravação para dedicar-se às turnês da Pink Floyd, Muff Winwood produziu as faixas restantes no estúdio Island. Outro disco, "One More Tomorrow", surgiu em 1977, com Winwood atuando novamente na produção. Esse material tinha uma vasta potencialidade comercial, e por isso a banda não ficou satisfeita com os resultados. O fato, porém, é que, em meados de 1977, a sonoridade soft rock/country rock do grupo encontrava-se sufocada pelo emergente movimento punk. Daí porque, igualmente, sua popularidade principiou a cair, não lhe restando outra saída senão dissolver-se. Uma compilação das melhores canções da banda, remasterizadas digitalmente, veio à tona no Reino Unido em 2000, pelo selo See For Miles (Bryan Thomas, AllMusic, citado em Its About Music; tradução livre do inglês).

6 comentários:

Rochacrimson disse...

Excelente post!
Se for possível postar mais Unicorn...obrigadão!
Penso que falta postar o álbum de 1977.
Abraço

Indignaldo Silva disse...

Tá na fila, Rochacrimson. Só aguardar. Um abraço.

kobilica disse...

Many thanks...

Indignaldo Silva disse...

You're welcome, kobilica.

Anônimo disse...

Dear Friend, i search so long for this album, can you please tell me the password? Thank you very much!

fekete@teodolit.hu

Indignaldo Silva disse...

The password is discofilos, anonymous.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...