terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Roy Head - Dismal Prisoner

Cover
Músico: Roy Head
Disco: Dismal Prisoner
Ano: 1972(*)
Gênero: R&B, Soul, Country Rock
Faixas:
1. You Got The Power (Van Morrison) 5:30
2. Getting Too Big For Your Britches (Mack Rice) 3:50
3. Why Don't We Go Somewhere And Love (Kenny O'Dell, Larry Henley) 3:14
4. Dismal Prisoner 0613 (Tony Joe White) 4:51
5. Don't Bury Me In The Rain (Steve Cropper, Mack Rice) 3:58
6. Crawlin' Kingsnake (John Lee Hooker) 4:28
7. Smell A Woman (Roy Head, Steve Cropper, Paul Cannon, Richie Simpson, J. 8. Spell, Jimm Johnson) 3:38
9. Chickamauga (Steve Cropper, Mary V. Williams, David Mayo) 4:10
10. Rock And Roll Mood (Ken Loggins, Michael O'Martian) 3:11
Créditos:
Roy Head: Vocals
Steve Cropper: Guitar
J. A. Spell: Keyboards
Richie Simpson: Drums
Jimm Johnson: Bass
Paul Cannon: Guitar
David Mayo, David Beaver, Pat Taylor, Gary Johns, Dee McMinn, Reni Crook: Background Singers
Músicos convidados:
Gary Johns: Conga Drums ("You Got The Power")
Tony Joe White: Lead Guitar ("Dismal Prisoner 6013")
(*) CD lançado em 2014.
https://mega.co.nz/#!gh4FUARL!VaFLOLq96EKOICL2fP7EEh6QGKU7MIUUMIZXNyd1sTA
Biografia:
Nascido em 1° de setembro de 1941, em Three Rivers, Texas, EUA, esse respeitado músico primeiro formou seu grupo, Traits, em 1958, após mudar-se para San Marcos, também no Texas. O lineup incluía Jerry Gibson (bateria), que depois tocaria com Sly And The Family Stone. Head gravou para vários selos locais, muitas vezes sob a supervisão de Huey P. Meaux, famoso produtor texano, mas somente em 1965 ele emplacou um sucesso nacional com "Treat Her Right", 2° lugar nas paradas americanas, nas categorias pop e R&B. A irresistível canção, com seus pulsantes metais e ritmo vigoroso, colocou o cantor no mesmo patamar da Righteous Brothers, naquele ano, como expoentes do blue-eyed soul (nota minha: conforme a Wikipedia, "blue-eyed soul (também conhecido como white soul) é um termo da mídia usado para descrever o rhythm and blues e soul music tocado por artistas brancos").
Os discos posteriores de Head saíram através de diversas etiquetas, entre as quais Dunhill Records e Elektra Records, estampando sinais de rockabilly ("Apple Of My Eye") e psicodelia ("You're (Almost) Tuff'"). De qualquer modo, em meados dos anos 70 ele aperfeiçoou seu estilo atuando como cantor country. Em 1975, alcançou um estupendo sucesso Top 20 nas paradas americanas de C&W (nota minha: na minha opinião, trata-se do acrônimo Country & Western), por intermédio de "The Most Wanted Woman In Town". A Edsel Records lançou dois álbuns de Head em 1999, e ele continuou se apresentando no novo milênio (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 668; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...