sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

War - War

Banda: War
Disco: War
Ano: 1971(*)
Gênero: Funk, Soul
Faixas:
1. Sun Oh Son (5:57)
2. Lonely Feelin' (4:32)
4. War Drums (3:52)
5. Vibeka (8:03)
6. Fidel's Fantasy (11:03)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
B.B. Dickerson: Bass, Vocals
''Papa'' Dee Allen: Congas, Bongos, Percussion, Vocals
Harold Brown: Drums, Percussion, Vocals
Charles Miller: Flute, Saxophone (Alto, Baritone, Tenor), Percussion, Vocals
Howard Scott: Guitar, Percussion, Vocals
Lee Oskar: Harmonica, Vocals
Lonnie Jordan: Organ, Piano, Percussion, Vocals
(*) CD lançado em 1992.
https://goo.gl/M8F22o
Biografia:
A War foi uma das bandas funqueiras mais conhecidas dos anos 70, mas também prenunciou a fusão de estilos musicais, incorporando o soul, a música tropical, o jazz, o blues, o reggae e o rock a um estilo funk que soava com naturalidade.
Embora as letras das suas canções tivessem cunho claramente político (devido à composição racial da sua formação), a música da banda brilhava com a suavidade do som do sul da Califórnia. A War manteve sempre uma atitude descontraída, que estimulava a criatividade e o improviso, e o resultado, muitas vezes, eram canções que brotavam das sessões de improvisação gravadas em estúdio.
9Apesar da importância que dava à improvisação, a War sempre demonstrou espírito de grupo e nenhum instrumentista ou vocalista preponderou sobre os demais.
A origem da War situa-se numa banda chamada The Creators. O grupo foi fundado em 1962 pelo guitarrista Howard Scott e o baterista Harold Brown, enquanto estavam no colégio. A formação evoluiu até que, em 1965, se incorporaram ao grupo o tecladista Leroy "Loonie" Jordan, o baixista Morris "B. B." Dickerson e o saxofonista Charles Miller. A peculiaridade dessa formação era que todos cantavam.
10Desde o início, a banda mostrou interesse em experimentar novas bases sonoras, que iam desde o R&B até a música tropical, todas chegadas ao grupo através da composição cultural dos seus integrantes, que provinham dos guetos de Los Angeles. Nessa fase, a War produziu alguns singles, destacando-se "Burn Baby Burn", lançado quando o grupo denominava-se The Romeos, nome trocado, em seguida, para Señor Soul.
Em 1968, a banda adotou o nome Nightshift e incluiu Peter Rosen como baixista, além de Thomas Sylvester Allen como novo percussionista e dois novos músicos no naipe de metais. Quando Rosen morreu por overdose, B. B. Dickerson reintegrou-se ao grupo.
8No ano seguinte, o grupo passou a atuar como banda de apoio de Deacon Jones, um jogador de futebol americano, transformado em cantor, que se apresentava em pequenos bares. Durante uma dessas apresentações, o produtor Jerry Goldstein ("My Boyfriend's Back", "Hang On Sloopy", "I Want Candy") descobriu a banda, recomendando-a  a Eric Burdon, ex-vocalista da Animals.
"A primeira vez em que vi alguns dos rapazes que logo formariam a War, eles estavam tocando num bar de strippers no vale de San Fernando, como grupo de apoio de Deacon Jones, e imediatamente me dei conta quão poderosos eles eram", recorda Goldstein. "Eu era amigo de Eric e estava a ponto de deixar a música e voltar para Newcastle. Estava cansado do rock e desesperado por um som original e autêntico. Eu o chamei na manhã seguinte e lhe pedi para me acompanhar naquela noite ao bar. Eric ficou tão impressionado com o que escutou que subiu ao palco e começou a improvisar com a banda, que se achava tão entretida com sua própria carreira que até então não havia ouvido falar de Eric Burdon ou da Animals. Em uma semana reuni o pessoal no estúdio e o resto é história".

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...