terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Dickie Peterson - Discografia essencial

Músico: Dickie Peterson
Gênero: Blues Rock, Hard Rock
 
Disco: Child of the Darkness
Ano: 1997
Faixas:
1. Brainkiller (Schmitter) 3:24
2. Spoonfull (Dixon) 3:51
3. Dogs of War (Peterson, Schmitter) 2:54
4. Dragon Song (Schmitter) 7:20
5. Who Do You Love? (McDaniel) 5:32
6. Dirty Girls (Peterson) 2:22
7. Back on the Streets (Peterson, Schmitter) 2:28
8. Reptile (Peterson) 4:57
9. Child of the Darkness (Peterson, Peddicord) 6:18
10. Little Red Rooster (Dixon) 4:42
Créditos:
Dickie Peterson: Vocals
Achim Guess: Guitar
Ralph Schmitter: Bass
Stefan Albrecht: Drums
Disco: Tramp [Live]
Ano: 1999
Faixas:
1. Red House (Hendrix) 5:15
2. Call Me The Breeze (Cale) 4:11
3. The Pilot (Yoder) 3:57
4. Hello L.A. Bye Bye Birmingham (D. Bramlett) 3:21
5. Killing Floor (Dixon) 4:36
6. The Hunter (A. King) 4:05
7. Girl Next Door (Peterson, Rainier) 5:02
8. Hootchie Coochie Man (Dixon) 6:17
9. Blue Steel Dues (Peterson) 5:51
10. Born In Chicago (Traditional) 3:04
11. Summertime Blues (Cochran, Capehart) 4:02
12. Red House (Hendrix) 5:01
Créditos:
Dickie Peterson: Vocals, Bass
Helmuth Kaiser: Guitar
Ralph Schmitter: Bass
Stefan Albrecht: Drums
Peter Haser: Piano, Organ
Gravado ao vivo em vários shows realizados pelo músico entre 1995 e 1996, em Cologne, Alemanha.

Biografia:
Baixista e vocalista da Blue Cheer, Richard Allan "Dickie" Peterson nasceu em Grank Forks, Dakota do Norte, EUA, em 12 de setembro de 1946, e morreu em Erkelenz, Alemanha, em 12 de outubro de 2009. Gravou dois discos solos: "Child of the Darkness" e "Tramp".
Peterson tocou baixo desde os treze anos, mas já aos oito almejava tornar-se músico profissional. Descendia de uma família de músicos: o pai era trombonista, a mãe, pianista, e o irmão, Jerre Peterson, inicialmente tocava flauta. Bateria foi o primeiro instrumento de Dickie.
7Dickie passou parte de sua juventude em East Grand Forks, Minnesota, cidade gêmea de Grand Forks, onde nasceu. Frequentou a Central High School de Grand Forks, sem, porém, concluir os estudos. Seus pais morreram quando ainda era jovem, fato que o levou a morar com seus tios numa fazenda em Dakota do Norte.
Dickie citou Otis Redding como uma influência significativa. Porém creditou a seu falecido irmão a maior inspiração musical da sua existência. Jerre Peterson foi um dos primeiros guitarristas da Blue Cheer (o outro foi Leigh Stephens), tendo tocado em várias formações da banda nos anos posteriores.
Grande parte das últimas duas décadas, Dickie passou na Alemanha, tocando com a Blue Cheer e outros grupos, esporadicamente. Em 1998 e 1999, realizou vários shows na Alemanha com a Hank Davison Band e em dupla com Hank Davison (executando música acústica) com o nome de Dos Hombres. Participou do disco "Real Live", de 2001, gravado por Hank Davison and Friends. Em 2001 e 2002, tocou, principalmente na Alemanha, com a Mother Ocean, grupo que criou com o guitarrista Tony Rainier, ex-membro da Blue Cheer, e seu irmão Jerre. A banda não gravou nenhum álbum.
5Enquanto viveu, o relacionamento de Dickie com a música mostrou-se muito intenso. Sua autodenifição: "Casei duas vezes, tive inúmeras namoradas, e todas vão lhe dizer que, se não estou tocando, eu fico insuportável... Música é uma manifestação artística através do qual eu consigo lidar com grande parte da minha emoção e descarregar energia. Eu sempre desejei somente tocar, e é isso o que ainda quero continuar fazendo".
Dickie usou drogas e viciou-se em heroína por um bom tempo. Em 2007, disse acreditar que o LSD e outras drogas similares podem ter efeitos positivos, ressaltando, porém, que ele e outros membros da Blue Cheer "chegaram ao fundo do poço" ao usá-las. Todavia, em meados da década de 70, ele diminuiu bastante o consumo de drogas, inclusive parando de beber dez anos antes da sua morte.
Embora considerada pioneira em diversos gêneros, Dickie não enquadrava a Blue Cheer em nenhum estilo: "As pessoas continuam dizendo que nós somos heavy metal, ou grunge, ou punk, ou isso ou aquilo. A verdade é que somos apenas um power trio que toca o sumo do blues, e isso é rock-and-roll. Simples assim".
Em 12 de outubro de 2009, Peterson morreu, aos 63 anos, vítima de câncer. Deixou a viúva, Ilka Peterson, a ex-mulher, Marilyn Stephens, a filha do primeiro casamento, Corrina Peterson Kaltenrieder, e o neto de seis anos na época. Cremado, suas cinzas foram entregues a Corrina, que as espalhou pelo rio Reno, na Alemanha, e no Parque Nacional de Redwoods, no norte da Califórnia.
2"Dickie Peterson foi um criador musical ⏤ inventivo, um grito primal com cabelo eriçado, baixo retumbante, um apocalipse sonoro de energia provocante. Sua música deixou ecos estrondosos em milhares de bandas nas décadas seguintes, emocionando alguns, irritando outros e agitando tudo ⏤ como somente a arte é capaz de fazer" (Neil Peart, baterista da Rush; tributo a Dickie Peterson) (Wikipedia; tradução livre do inglês).

3 comentários:

Michael disse...

Otima postagem, mas esqueceu de colocar o link para download

Indignaldo Silva disse...

Vou providenciar novos links.

Indignaldo Silva disse...

Links novos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...