quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Three Man Army - Soldiers Of Rock (The Anthology)

Cover
Banda: Three Man Army
Disco: Soldiers Of Rock (The Anthology)
Ano: 2004
Gênero: Hard Rock, Progressive Rock
Faixas:
Disc One
1. Polecat Woman (Curtis, Baxter-Hayes) 3:52
2. Mahesha (Curtis, Newman) 5:13
3. Another Day (Curtis) 6:48
4. Flying (Curtis) 3:08
5. Travellin' (Curtis) 4:00
6. Woman (Curtis, Newman) 2:52
7. Three Man Army (Curtis) 5:06
8. In My Eyes (Curtis, Baxter-Hayes) 5:07
9. Take Me Down The Mountain (Curtis) 3:04
10. What's My Name (Curtis, Baxter-Hayes) 4:36
11. Daze (Curtis, Reizner) 4:01
12. I Can't Make The Blind See (Curtis, Baxter-Hayes) 3:59
13. Burning Angel (Curtis, Gurvitz, Newman) 3:33
14. Take A Look At The Light (Curtis, Baxter-Hayes) 3:56
15. My Yiddishe Mamma (Pollock) 2:04
16. Hold On (Curtis, Newman) 3:36
Disc Two
1. Irving (Curtis, Gurvitz, Newman) 4:19
2. The Trip (Curtis, Newman) 6:07
3. Butter Queen (Curtis, Eliss) 5:21
4. Together (Curtis) 6:31
5. Come Down To Earth (Curtis) 3:55
6. Agent Man (Curtis) 5:36
7. Today (Curtis) 6:17
8. Nice One (Curtis) 4:10
9. A Third Of A Lifetime (Curtis) 4:29
10. Can't Leave The Summer (Curtis) 4:02
11. Midnight (Curtis) 5:22
12. See What I Took (Curtis) 3:31
13. Space Is The Place (Curtis) 6:19
14. Doctor (Curtis) 2:47
15. You'll Find Love (Curtis) 3:40
16. Don't Wanna Go Right Now (Curtis) 5:22
Créditos:
Adrian (Curtis) Gurvitz: Guitar, Keyboards, Vocals
Paul Gurvitz: Bass, Vocals
Tony Newman: Drums
Buddy Miles: Drums
Mike Kelly: Drums
Carmine Appice: Drums
http://www.filefactory.com/file/76c86ceywxa7/STECROPWALHFMF.rar
Resenha:
Essa coleção de dois CD é, certamente, um documento tão completo da Three Man Army, uma banda da segunda divisão do hard rock britânico do início dos anos 70, quanto poderia ser, contendo tudo dos seus três discos, assim como os dois lados do compacto "What's Your Name"/Travellin", de 1972 . (Há também três músicas no final do disco dois ⏤ "Doctor", "You'll Find Love", "Don't Wanna Go Right Now" ⏤ cuja fonte é indeterminada, embora seus direitos autorais remontem ao ano de 1970 e apresentem um hard rock não tão pesado quanto o resto do material, quase soando como uma influência da Who.) De maneira irritante, a cronologia da faixas parece ser aleatória, saltando para trás e para frente em todos os três discos.
Uma questão premente é saber se uma banda como esta mereceu tanto tempo de gravação, pois não há nada aqui que não poderia ser feito melhor, ou, pelo menos, com refrãos melhores, por uma quantidade de bandas inglesas de hard rock do começo dos anos 70, como a Led Zeppelin, a quem a Three Man Army parece estar tentando imitar, por vezes (como em "Polecat Woman"). Existe uma variedade de texturas no formato hard rock, com certeza, quase ao feitio Spinal Tap (nota minha: uma ironia à fictícia banda retratada no filme homônimo), ainda que inconscientemente, com o acréscimo de alguns blues rock, folks acústicos, canções orquestradas, harmonias vocais e agradáveis timbres de sintetizadores de vez em quando.
4
Mas tudo soa meio confuso, para os padrões do gênero, particularmente nos solos de guitarra longos sem imaginação. As poucas faixas que se destacam pela alta qualidade ⏤ "A Third Of A Lifetime", uma canção instrumental surpreendentemente bonita, "Together", hippie rock com influência dos Beatles, "Butter Queen" e sua bizarra letra, com perguntas irrespondíveis ("Se o seu nome é Barbara, como é que eles te chamam de rainha manteiga?") ⏤ conseguem isso devido à apatia do restante do material (Richie Unterberger, AllMusic; tradução livre do inglês) (nota minha: o que mais chama a atenção é que, mesmo com a crítica desfavorável de Unterberger, o disco é pick [nata, fina flor] no próprio AllMusic, com quase 5 estrelas na cotação; quem explica?).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...