terça-feira, 21 de outubro de 2014

The Rockets - The Rockets

Cover
Banda: The Rockets
Disco: The Rockets
Ano: 1968(*)
Gênero: Blues Rock, Folk Rock, Psychedelic Rock
Músicas:
1. Hole In My Pocket (Whitten) 2:32
2. Won't You Say You'll Stay (Whitten) 2:49
3. Mr. Chips (Whitten) 2:19
4. It's A Mistake (Talbot, Molina) 1:51
5. Let Me Go (Whitten) 3:47
6. Try My Patience (L. Whitsell) 2:16
7. I Won't Always Be Around (L. Whitsell) 2:52
8. Pill's Blues (G. Whitsell) 4:02
9. Stretch Your Skin (L. Whitsell) 4:11
10. Eraser (L. Whitsell) 1:56
Músicos:
Bobby Notkoff: Violin
Leon Whitsell: Guitar, Vocals
George Whitsell: Guitar
Danny Whitten: Guitar, Vocals
Billy Talbot: Bass
Ralph Molina: Drums
(*) CD lançado em 1997.
http://www.filefactory.com/file/76c86ceywxa7/STECROPWALHFMF.rar
Biografia:
Uma obscura banda de Los Angeles do final dos anos 60, com um LP mal distribuído em seu currículo, a Rockets seria totalmente esquecida se o seu núcleo não tivesse formado a Crazy Horse, um conjunto elétrico de apoio a Neil Young durante longo tempo. Seu único disco foi uma realização honesta mas estilisticamente errática, que flutuou entre o extravagante folk rock e a excêntrica psicodelia, mostrando potencial, mas sem estabelecer uma identidade confiável.
DWO guitarrista Danny Whitten e o baixista Billy Talbot já haviam trabalhado juntos em Los Angeles por volta de 1964, ocasião em que gravaram um single para a etiqueta Valiants, fazendo parte de um grupo chamado Danny And The Memories. O baterista Ralph Molina entrou para a banda em meados dos anos 1960, e o grupo mudou seu nome para Psyrcle, em 1966, gravando material nunca lançado, produzido por Sly Stone. Após a adição dos irmãos guitarristas Leon e George Whitsell, o grupo passou a chamar-se Rockets, fechando a formação com a chegada do violinista Bobby Notkoff.
Ralph MolinaO seu álbum homônimo (produzido por Barry Goldberg, da Electric Flag) foi lançado pela White Whale, em 1968, contando com músicas encantadoras mas pouco originais, cujos arranjos fugiam do padrão pelos inquientantes riffs do violino elétrico de Notkoff. No âmago do seu som, no entanto, foi uma genuína banda performática, capaz de produzir, mesmo artesanalmente, uma eficaz música soul e um enlevado folk rock psicodélico.
BTO estilo e a versatilidade da Rockets atraíram Neil Young, que, recentemente, começara sua carreira solo, após ter passado pela Buffalo Springfield. Young convidou a banda para uma turnê como seu grupo de apoio, no início de 1969, e então recrutou Whitten, Talbot e Molina (bem como Notkoff, para a faixa "Running Dry") para tocarem no seu disco "Everybody Knows This Is Nowhere". O plano original previa que a Rockets continuasse a gravar e apresentar-se autonomamente, mas como Young tornou-se mais bem sucedido e continuou a usar os músicos no palco e no estúdio, o compromisso do grupo com o famoso artista acabou por arruinar sua própria carreira. A Rockets, ou o que restou dela depois de juntar-se a Young, trocou sua denominação para Crazy Horse e prossegue gravando como uma banda independente quando não está trabalhando com Young (Richie Unterberger, AllMusic; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...