quinta-feira, 13 de março de 2014

Iggy Pop - Iggy & Ziggy: Cleveland '77

Músico: Iggy Pop
Disco: Iggy & Ziggy: Cleveland '77
Ano: 2009(*)
Gênero: Hard Rock
Faixas:
1. Raw Power (Pop, Williamson) 4:45
2. 1969 (Pop, R. Asheton, S. Asheton, Alexander) 2:59
3. Turn Blue (Pop, Lacey, Bowie, Peace) 6:59
4. Sister Midnight (Pop, Bowie, Alomar) 4:05
5. I Need Somebody (Pop, Williamson) 4:43
6. Search & Destroy (Pop, Williamson) 3:35
7. TV Eye (Pop, R. Asheton, S. Asheton, Alexander) 4:18
8. Dirt (Pop, R. Asheton, S. Asheton, Alexander) 5:19
9. Funtime (Pop, Bowie) 3:06
10. Gimme Danger (Pop, Williamson) 4:31
11. No Fun (Pop, R. Asheton, S. Asheton, Alexander) 3:21
12. I Wanna Be Your Dog (Pop, R. Asheton, S. Asheton, Alexander) 4:37
Créditos:
Iggy Pop: Guitar, Vocals
David Bowie: Keyboards
Ricky Gardiner: Guitar
Hunt Sales: Drums
Tony Sales: Bass
(*) Disco gravado ao vivo no Agora Ballroom, em Cleveland, Ohio, EUA, no dia 21 de março de 1977.
http://ouo.press/haYW80
Resenha:
Em 1976, Iggy Pop tinha chegado ao fundo do poço, depois da confusa dissolução da Stooges e estava precisando de ajuda, e quando o amigo e admirador David Bowie ofereceu-se para dar-lhe uma mão, ele foi inteligente e grato o suficiente para aceitar. Bowie produziu o primeiro disco solo de Iggy, "The Idiot", e depois de Iggy programar uma turnê para promover o álbum, Bowie juntou-se à banda como seu tecladista. A presença de Bowie proporcionou um público maior do que Iggy atraía durante os terríveis dias que antecederam o fim da sua banda, e Iggy estava determinado a provar que poderia fazer um show sem fazer um espetáculo de si mesmo ou colapsar no palco encharcado de drogas.
Infelizmente, qualquer pessoa familiarizada com o trabalho de Iggy sabe que a última coisa que as pessoas desejam de um show ao vivo dele é uma performance de qualidade profissional, sem a sensação de perigo, e, lamentavelmente, foi isso que o público teve no dia 21 de março de de 1977, em Cleveland, Ohio, parte de uma série de três apresentações agendadas no Agora Ballroom (nota minha: uma casa de espetáculos localizada em Cleveland). "Iggy & Ziggy: Cleveland '77" mostra Iggy com excelente voz, e, numa época em que tinha muito a provar, ele não deixa dúvidas de que era um músico sólido e um showman, cantando com um senso de controle e um dinamismo muito distantes da era Raw Power (nota minha: título do terceiro disco [e de uma das suas faixas] de estúdio da banda Stooges) da Stooges. Entretanto, Iggy também parece claramente com medo de avançar, e a cautela rouba das músicas (nove delas extraídas do songbook da Stooges) grande parte da sua força.
Para piorar, o guitarrista Ricky Gardiner parece meio perdido com o material da Stooges – embora seja tão hábil como Ron Asheton ou James Williamson, seu estilo é tão contido e educado a ponto de conseguir insossar algumas das maiores canções do rock. (Os teclados de Bowie não fazem feio, mas não se encaixam muito bem no material antigo, se bem que Hunt Sales e Tony Sales formam uma formidável seção rítmica, que fazem o que podem para propiciar a Iggy a energia que ele precisa). Algumas das músicas do show também figuraram no dispensável disco ao vivo de Iggy, "TV Eye", e, em que pese aqui a qualidade do som ser melhor e as canções funcionarem melhor no seu contexto original, apenas fãs decididamente determinados a encontrar e recolher todas as gravações semi-autorizadas de Iggy Pop ao vivo devem perder seu tempo escutando isso (nota minha: escutem o disco e decidam se devem concordar com a opinião do resenhista; eu discordo frontalmente, embora não seja fã de carteirinha do Iggy Pop). (Esse mesmo concerto também foi lançado em 1999, no disco "Sister Midnight [Live At The Agora]".) (Mark Deming, AllMusic; tradução livre do inglês.

2 comentários:

Old School disse...

Grande pedida!Valeu,bro!Nao conhecia essa primeira foto ai,o Iggy Pop ta a cara do Mick Ronson com esse cabelo pintado de louro.1 abraco.

Musicômano disse...

Obrigado pelo comentário, Old School. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...