domingo, 2 de julho de 2017

Delaney & Bonnie & Friends (With Eric Clapton) - On Tour (Deluxe Edition)

Banda: Delaney & Bonnie & Friends (With Eric Clapton)
Disco: On Tour (Deluxe Edition)
Ano: 2010(*)
Gênero: Blues Rock, Country Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Intro/Tuning (0:41)
2. Opening Jam (Unknown) 5:00
3. Gimme Some Lovin' (Steve Winwood, Spencer Davis, Muff Winwood) 3:49
4. Band Introductions (1:36)
5. Only You Know And I Know (Dave Mason) 4:35
6. Poor Elijah (Delaney Bramlett, Jim Ford)/Tribute To Johnson (Delaney Bramlett, Leon Russell) 5:19
7. (We’ve Got To) Get Ourselves Together (Delaney Bramlett, Carl Radle) 3:01
8. I Don't Know Why (Delaney Bramlett, Eric Clapton) 5:08
9. Where's There's A Will, There's A Way (Bonnie Bramlett, Bobby Whitlock) 4:29
10. That's What My Man Is For (Bessie Griffin) 3:44
11. Pour Your Love On Me (Bonnie Bramlett, Homer Banks)/Just Plain Beautiful (Bettye Crutcher, Steve Cropper) 9:20
12. Everybody Loves A Winner (William Bell, Booker T. Jones) 4:48
13. Things Get Better (Eddie Floyd, Steve Cropper, Wayne Jackson) 4:09
14. Coming Home (Bonnie Bramlett, Eric Clapton) 4:48
15. I Don't Want To Discuss It (Beth Beatty, Steve Cropper, Ernie Shelby) 5:19
16. Little Richard Medley: Tutti Frutti (Richard Penniman)/The Girl Can't Help It (Bobby Troup)/Long Tall Sally (Richard Penniman, Robert Blackwell)/Jenny Jenny (Richard Penniman) 8:51
17. My Baby Specializes (Isaac Hayes, David Porter) 4:18
18. Pigmy [Instrumental] (Billy Larkin, Mel Brown, Henry Swarn) 8:51
19. Will The Circle Be Unbroken (Traditional) 3:53
Créditos:
Delaney Bramlett: Rhythm Guitar, Vocals
Bonnie Bramlett: Vocals
Eric Clapton: Lead Guitar, Vocals
Dave Mason: Guitar
Carl Radle: Bass
Jim Gordon: Drums
Bobby Whitlock: Organ, Vocals
Jim Price: Trumpet, Trombone
Bobby Keys: Saxophone
Tex Johnson: Congas, Bongo Drums
Rita Coolidge: Vocals
L'Angelo Misterioso (aka George Harrison): Guitar (faixas 18, 19)
(*) LP lançado originalmente em 1970. Gravado ao vivo no Royal Albert Hall, em South Kensington, Londres, Inglaterra, no dia 1° de dezembro de 1969 (faixas 1 a 17), e no Fairfield Halls, em Croydon, Londres, Inglaterra, no dia 7 de dezembro de 1969 (faixas 18 e 19).
Biografia:
Delaney Bramlett (nascido em 1° de julho de 1939, em Pontotoc County, Mississippi, EUA), ganhou notoriedade, primeiramente, como membro da banda Shindogs, que atuava no programa de televisão americano Shindig.
Delaney chegou a gravar com o grupo (nota minha: o single "Who Do You Think You Are/Yes, I'm Going Home", de 1966), além de lançar vários singles solos sem sucesso antes de reunir-se com Bonnie Lynn (nome verdadeiro: Bonnie Lynn O'Farrell, nascida em 8 de novembro de 1944, em Acton, Illinois, EUA), na Califórnia. Sua futura esposa já cantara com várias figuras de proa: Little Milton, Albert King e Ike And Tina Turner. O primeiro disco do casal, "Home", produzido por Leon Russell e Donald "Duck" Dunn, só mereceu lançamento após "Accept No Substitute" (1969). Essa exemplar coleção de soul branquelo continha excelentes composições de Delaney, incluindo "Get Ourselves Together" e "Love Me A Little Bit Longer".
Um lineup vitaminado, abrangendo Bobby Keys (saxofone), Jim Price (trompete), Bobby Whitlock (teclados), Carl Radle (baixo) e Jim Keltner (bateria), cercou os Bramletts numa turnê americana em companhia da Blind Faith. O entusiasmo revigorante dos Bramletts contaminou Eric Clapton, que recebeu convite para acompanhá-los na Grã-Bretanha. A excursão e a parceria renderam o álbum "Delaney & Bonnie & Friends On Tour With Eric Clapton" (1970), que estampou a poderosa canção "Comin' Home".
Os pródigos elogios da mídia e de artistas como George Harrison e Dave Mason minaram quando o grupo de apoio da dupla abandonou-a para juntar-se às travessuras da Mad Dogs And Englishmen, de Joe Cocker. "To Bonnie From Delaney" (1970), gravado com a Dixie Flyers And Memphis Horns, ressentiu-se da determinação dos discos anteriores.
"Motel Shot", disco registrado informalmente, recapturou algo do antigo charme do duo, mas ficou claro que as deserções anteriores afetaram-no de maneira contundente. "Together" (1972) assinalou a associação dos Bramletts com a Columbia Records, porém o casamento do casal deteriorou-se e a separação sobreveio no encerramento do ano.
Delaney, posteriormente, lançou vários álbuns decepcionantes através dos selos MGM Records e Prodigal. Já os três discos de Bonnie Bramlett, lançados pela Capricorn Records, mostraram uma grande perseverança da vocalista, que passou a cantar gospel quando abraçou o cristianismo. Também fez carreira com o nome Bonnie Sheridan. Oprimido por sua breve passagem pelos holofotes da fama, o duo é mais lembrado pela influência que exerceu sobre seus pares (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 417-8; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...