sexta-feira, 4 de novembro de 2016

The Creation - We Are Paintermen [Bonus Tracks]

Banda: The Creation
Disco: We Are Paintermen [Bonus Tracks]
Ano: 1999(*)
Gênero: British Invasion, Garage Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. Cool Jerk (Storball) 2:19
2. Making Time (Pickett, Phillips) 2:57
3. Through My Eyes (Garner, Phillips) 3:07
4. Like A Rolling Stone (Dylan) 2:59
5. Can I Join Your Band (Pickett) 3:03
6. Tom Tom (Garner, Phillips) 2:56
7. Try And Stop Me (Pickett, Phillips) 2:27
8. If I Stay Too Long (Garner, Phillips) 3:23
9. Biff, Bang, Pow (Pickett, Phillips) 2:25
10. Nightmares (Pickett, Phillips) 3:13
11. Hey Joe (Roberts) 4:09
12. Painter Man (Picket, Phillips) 2:53
13. How Does It Feel To Feel [US Version] [Single A-Side, 1967] [Bonus Track] (Garner, Phillips) 3:04
14. Sylvette [From EP "Making Time", 1966] [Bonus Track] (Garner, Phillips) 2:43
15. I Am The Walker [From Album "66-67, The Best Of Creation", 1972] [Bonus Track] (Pickett, Phillips) 2:47
16. Ostrich Man [From Album "How Does It Feel To Feel", 1982] [Bonus Track] (Pickett, Phillips) 2:58
17. Sweet Helen [From CD "Painter Man", 1993] [Bonus Track] (Pickett) 3:01
18. Life Is Just Beginning [Alternate Take, Previously Unreleased] [Bonus Track] (Garner, Phillips) 3:23
19. For All That I Am [Previously Unreleased, Stereo Version] [Bonus Track] (Kahan, Friedland) 3:09
20. Midway Down [Previously Unreleased, Stereo Version] [Bonus Track] (Wonderling, Shapiro) 3:02
21. Hurt Me If You Will [As The Mark Four] [Single A-Side, 1965] [Bonus Track] (Lee, Phillips) 2:55
22. I'm Leaving [As The Mark Four] [Single B-Side, 1965] [Bonus Track] (Pickett, Phillips) 3:33
23. Work All Day (Sleep All Night) [As The Mark Four] [Single A-Side, 1966] [Bonus Track] (Lee, Phillips) 2:58
24. Going Down Fast [As The Mark Four] [Single B-Side, 1966] [Bonus Track] (Lee, Phillips) 2:38
Créditos (prováveis):
Kenny Pickett: Vocals
Eddie Phillips: Lead Guitar
Mick "Spud" Thompson: Rhythm Guitar
Jack Jones: Drums
Dave Preston: Drums
John Dalton: Bass
Bob Garner: Bass, Vocals
Kim Gardner: Bass
Tony Cooke: Bass
(*) LP lançado originalmente em 1967.
http://ow.ly/8ZSJ305Smcp
Biografia:
Até hoje reverenciada como uma das mais inventivas bandas mod/pop do Reino Unido, a Creation evoluiu do grupo beat Mark Four, de Enfield, Middlesex, Inglaterra.
Kenny Pickett (nome verdadeiro: Kenny Lee, nascido em 1942, em Middlesex, Inglaterra, e morto em 10 de janeiro de 1997; vocais), Eddie Phillips (guitarra solo), Mick Thompson (guitarra rítmica), John Dalton (nascido em 21 de maio de 1943, na Inglaterra; baixo) e Jack Jones (bateria) gravaram quatro singles até Dalton sair para juntar-se à Kinks e Thompson abandonar a música definitivamente. O trio sobrevivente adicionou Bob Garner, ex-Merseybeats, e mudou seu nome em 1966 de olho num contrato com o produtor Shel Talmy. Os primeiros singles da Creation, "Making Time" e "Painter Man", mostraram a mesma potência propulsora da Who; já a inconfundível sonoridade da guitarra de Phillips (tocada com um arco de violino) popularizou-se mais tarde nas mãos de Jimmy Page.
Embora o pouco sucesso alcançado no Reino Unido, os dois discos venderam bem no resto do continente europeu. Mas a previsível prosperidade da banda acabou freada por conta das personalidades conflitantes de Pickett e Garner. O cantor debandou em junho de 1967, e, apesar de vários singles vigorosos gravados para a Polydor Records posteriormente, os discos ressentiam-se do impacto dos registros iniciais. A banda separou-se em fevereiro de 1968, mas reformulou-se no mês seguinte com Pickett, Jones, Kim Gardner (nascido em 27 de janeiro de 1946, em Dulwich, Londres, Inglaterra, e morto em 24 de outubro de 2001, em Los Angeles, Califórnia, EUA; baixo) e Ron Wood (nome verdadeiro: Ronald David Wood, nascido em 1º de junho de 1947, em Hillingdon, Middlesex, Inglaterra; guitarra), ex-Birds. O realinhamento, porém, revelou-se efêmero, e a Creation extinguiu-se em junho de 1968.
Phillips formou a TNT e trabalhou como músico profissional antes de tornar-se motorista de ônibus. Gardner tocou no trio Ashton, Gardner And Dyke e na banda Badger. Pickett, por sua vez, empregou-se como roadie para a Led Zeppelin e compôs "Grandad", sucesso no Reino Unido (nota minha: na voz de Clive Dunn). A banda reagrupou-se em 1985, mas, apesar de ter gravado material inédito, dissolveu-se novamente em seguida (as músicas então gravadas vieram à tona em 2004 no disco "Psychedelic Rose"). Pickett, Garner, Phillips e Jones buscaram um reatamento mais duradouro no começo dos anos 90, e gravaram um disco ao vivo, "Lay The Ghost", em 1993. Um frustrante álbum de estúdio saiu pela Creation Records (o nome da gravadora homenageia a banda), de Alan McGee, em 1996. Pickett morreu de infarto no ano seguinte. Nenhuma outra banda teve um músico que tocava guitarra com um arco de violino com tanta maestria quanto a Creation (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 370-1; tradução livre do inglês).



2 comentários:

Only Good Song disse...

Salve,
Tudo na Paz?
Esses fdps me deram tantos take off no blog que eu ainda não sei pq ainda permaneço no ar.
QQ dia desses vou pegar tudo que voltou para "rascunho" e reupar num único dia e fechar a bodega
Mas não por agora (rs)

Indignaldo Silva disse...

É gozado isso. Desde que o Google fechou meus blogs há + de 2 anos, não me encheram mais o saco. Nenhuma postagem de lá para cá foi "mexida". Sei lá, os caras são estranhos mesmo, não há um padrão de comportamento. Sites como Zinhof, Exystence, New Album Releases, etc. permanecem intocáveis, ao passo que pequenos blogs são duramente perseguidos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...