sábado, 12 de dezembro de 2015

Pink Fairies - Never Never Land [Bonus Tracks]

Banda: Pink Fairies
Disco: Never Never Land [Bonus Tracks]
Ano: 2002(*)
Gênero: Blues Rock, Hard Rock, Garage Rock
Faixas:
1. Do It (Sanderson, Hunter, Rudolph, Alder) 4:14
2. Heavenly Man (Alder) 3:41
3. Say You Love Me (Pink Fairies) 3:49
4. War Girl (Alder) 4:34
5. Never Never Land (Pink Fairies) 6:54
6. Track One, Side Two (Pink Fairies) 4:42
7. Thor (Alder) 0:58
8. Teenage Rebel (Pink Fairies) 5:21
9. Uncle Harry's Last Freakout (Pink Fairies) 10:51
10. The Dream Is Just Beginning (Alder) 1:16
11. The Snake [Single A-Side, 1971] [Bonus Track] (Pink Fairies) 3:57
12. Do It [Single Edit] [Single B-Side, 1971] [Bonus Track] (Sanderson, Hunter, Rudolph, Alder) 3:04
13. War Girl [Alternate Extended Mix Command Studios March 14th 1971] [Previously Unreleased] [Bonus Track] (Alder) 4:35
14. Uncle Harry's Last Freakout [First Version] [Recorded At Command Studios March 2nd 1971] [Previously Unreleased] [Bonus Track] (Pink Fairies) 12:26
Créditos:
Paul Rudolph: Guitar, Vocals
Duncan "Sandy" Sanderson: Bass
Russel Hunter: Drums
John "Twink" Alder: Drums, Vocals 
(*) LP lançado originalmente em 1971.
https://goo.gl/Gkr0eu
Biografia:
Descomedida e pirada, a Pink Fairies derivou da Deviants, uma volúvel banda formada em 1967 por membros da comunidade hippie de Ladbroke Grove, em West London, Inglaterra. Inicialmente chamado Social Deviants, o grupo era composto, basicamente, por Mick Farren, vocalista, Paul Rudolph, guitarrista, Duncan Sanderson, baixista, e Russell Hunter, baterista. Colaboravam também Steve Peregrine Took, membro da banda de Marc Bolan, e músicos do Group X, posteriormente rebatizado Hawkwind. Depois de três barulhentos discos psicodélicos e uma turnê pelos Estados Unidos, Farren saiu para empregar-se como crítico musical; o resto do grupo voltou a Londres e reforçou o lineup com o vocalista Twink (nome verdadeiro: John Alder), ex-baterista da Pretty Things, que sugeriu o nome Pink Fairies.
Apesar de ganhar reputação pela mítica libertinagem, o grupo permaneceu durante muito tempo como uma atração underground antes de assinar com a Polydor e lançar, em 1971, seu primeiro disco, "Never Never Land", um registro excêntrico e debochado, com duas faixas gravadas ao vivo, "Do It" e "Uncle Harry's Last Freak Out". Logo após o lançamento do álbum, Twink bateu em retirada, e a Pink Fairies, agora um trio, lançou, em 1972, "What A Bunch Of Sweeties"; gravado com a ajuda de Trevor Burton, da Move, o disco chegou ao Top 50 das paradas do Reino Unido, transformando-se no maior sucesso comercial da banda.
Em seguida, Rudolph caiu fora para integrar, definitivamente, a Hawkwind, sendo substituído por Larry Wallis, da UFO, visando à gravação, em 1973, do álbum "Kings Of Oblivion", uma pesada viagem roqueira. Twink retornou pouco tempo depois, mas o grupo dissolveu-se antes do encerramento do ano. Em 1975, a formação do derradeiro disco reuniu-se para uma única apresentação em Londres; uma entusiasmada resposta, porém, provocou o reagrupamento da banda em torno do trio central Rudolph, Sanderson e Hunter, com o acréscimo do vocalista Martin Stone, ex-integrante dos grupos Chilli Willi e Red Hot Peppers, mas a separação ocorreu novamente em 1977. Uma década depois, o lineup original ⏤ sem Rudolph, mas com Wallis ⏤ rearticulou-se e gravou o disco "Kill 'Em And Eat 'Em", dissipando-se, todavia, mais uma vez após o registro (Jason Ankeny, AllMusic; tradução livre do inglês).

Um comentário:

Anônimo disse...

qual a senha?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...