quinta-feira, 27 de novembro de 2014

G. Wayne Thomas - G. Wayne Thomas

Front
Músico: G. Wayne Thomas
Disco: G. Wayne Thomas
Ano: 1973
Gênero: Folk Rock, Soft Rock
Faixas:
1. Mandy (Alan Johnson) 5:30
2. Everything In You (G. Wayne Thomas) 2:49
3. Open Up Your Heart (G. Wayne Thomas) 3:42
4. Sweep Her Off Her Feet (G. Wayne Thomas) 2:46
5. I've Got To Have You (Kris Kristofferson) 4:56
6. Call My Name (G. Wayne Thomas) 4:07
7. Come Tomorrow Morning (G. Wayne Thomas) 7:14
8. Take It Easy (G. Wayne Thomas) 2:45
9. Losing You (I Think In Time) (G. Wayne Thomas) 3:23
10. When You Come (G. Wayne Thomas) 4:41
Créditos (prováveis):
G. Wayne Thomas: Vocals, Guitar
John Proud: Drums, Percussion
Rod Coe: Bass
Bobby Gibbert: Keyboards
Mick Liber: Guitar
Peter Jones: Strings
http://www.filefactory.com/file/76c86ceywxa7/STECROPWALHFMF.rar
Biografia:
A biografia do músico, que segue, em tradução livre do inglês, foi retirada do seu site.
Chegando na Austrália, em 1966, vindo da Nova Zelândia, Wayne frequentou o National Institute of Dramatic Art, onde estudou Produção Teatral, trabalhando à noite como gerente de palco no Frank Strains Theatre Restaurants.
Em 1967, ele foi para a Australian Theatre Trust Opera Company, hoje Opera Australia, juntando-se à equipe técnica de Gordon Weaver, sob a criativa direção de Stephen Hall.
Em 1968, ele saiu da Opera Australia e ficou um curto período no Canal 7, em Sydney, sendo então contratado por Bryce Courtenay, Diretor de Criatividade da agência publicitária J. Walter Thompson.
1Na Thompson, ele trabalhou com várias pessoas talentosas, incluindo John Fawcett, Ken Done e Llewellyn Thomas (filho do dramaturgo e poeta Dylan Thomas). Devido ao mesmo sobrenome, Wayne e Llewellyn eram frequentemente confundidos como irmãos.
Enquanto permaneceu na Thompson, ele escreveu e produziu uma série de jingles, em parceria com Patrick Flyn, na época Diretor Musical de "Hair" e, posteriormente, de "Jesus Christ Superstar". Também trabalhou, ainda associado a Flyn, em outras agências de publicidade, atraindo o interesse de gravadoras, particularmente a EMI e a Warner Bros.
Em 1970, Wayne entrou na Warner Bros como Diretor Empresarial das 14 editoras da empresa e também chefiando o departamento de A&R (Artistas e Repertório), mas sempre manteve seu próprio selo, Music Masters.
Em 1971, ele produziu a trilha sonora do filme "Morning of the Earth", dirigido por David Elfick e Albe Falzon. Além disso, compôs três músicas para o disco correspondente (cantando também nas três), lançado em 1972: a faixa-título "Morning of the Earth", "Day Comes" e a famosa "Open up your Heart", que, editada como single, chegou ao 1º lugar das paradas. Aliás, a história de "Open up your Heart" é curiosa: Elfick e Falzon estavam terminando a edição do filme e precisavam de mais uma música para os créditos finais. Wayne sentou-se e, no tempo de 10 a 15 minutos, compôs a canção. "Open up your Heart" permaneceu no topo das paradas durante, aproximadamente, 18 semanas, até ser desbancada por "Imagine", de John Lennon. "Morning of the Earth" tornou-se a primeira trilha sonora a receber disco de ouro na Austrália.
Em 1973, embora inicialmente relutante, Wayne acabou aceitando compor e produzir a trilha sonora do novo filme de Albe Falzon e David Elfick, "Crystal Voyager". As músicas foram escritas, executadas e produzidas em 10 dias, com a participação da banda especialmente formada para a obra, constituída por Bobby Gibbert (piano), Mick Liber (guitarra), Rod Coe (baixo) e John Proud (bateria); Michael Carlos (teclados) também colaborou, enquanto Wayne cantou e tocou guitarra rítmica.
Para surpresa de Wayne e David, "Crystal Voyager" ganhou o prêmio da ARIA (Australian Recording Industry Association) como a melhor trilha sonora do ano. De acordo com o historiador Albe Toms, a partir do seu lançamento na Europa, "Crystal Voyager" tornou-se o filme de surfe de maior bilheteria de todos os tempos.
Durante o período em que trabalhou na Warner e na Polygram, Wayne produziu incontáveis sucessos para si próprio e para vários artistas, entre os quais Allison McCallum, Rumor, John English ("Turn the Page"), Shona Lang e Autumn.
Em 1978, Wayne dedicou-se à composição e à produção de comerciais. Ganhou muitos prêmios internacionais e na Austrália pelo seu trabalho. (...)
Ele produziu a exitosa peça "No Good Boyo", a partir de um roteiro original de Ray Henwood, para o Festival de Sydney, versando sobre as últimas três horas da vida de Dylan Thomas. (...)7Recentemente, Wayne escreveu, produziu e atuou como cantor em trilhas sonoras para seis especiais de televisão, com uma hora de duração cada um, contando a história da Copa Davis, produzidos por Barry Williams para Winbledon Tennis e Croquet Club.
Ele igualmente foi o produtor executivo da peça teatral "Day Comes", produzida por Grant Drinkwater e Chris O'Callaghan. A montagem inspirou-se nas canções de Wayne e na trilha de "Morning of the Earth", tendo sido escrita e dirigida por Daniel Di Masi, Jonathan Andrews e Jay James Moody. A pré-estreia ocorreu nos estúdios da Fox, em 2006, e recebeu boa aceitação do público. É um trabalho em desenvolvimento.
Há pouco tempo, Wayne apresentou-se ao vivo, com a equipe de produção da trilha sonora de "Morning of the Earth", no State Theatre, em Sydney.

2 comentários:

António Vaz disse...

Musicômano,

Aos anos que ando atrás deste surpreendente álbum... o meu obrigado, uma vez mais.

Anexo duas ligações que tenho dessa altura em que o descobri:
http://gwaynethomas.proboards.com/thread/3
e
http://www.morningoftheearth.net/music-thomas.asp

Agora já as posso apagar ;-)...

Um abraço

Musicômano disse...

Realmente o disco é muito bom, António. Valeu pela dica e pelo comentário. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...