segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Curved Air - Live

Cover
Banda: Curved Air
Disco: Live
Ano: 1975(*)
Gênero: Progressive Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. It Happened Today (Monkman, Kristina) 5:32
2. Marie Antoinette (Way, Kristina) 6:51
3. Back Street Luv (Eyre, Way, Kristina) 3:52
4. Propositions (Monkman) 7:53
5. Young Mother (Way, Kristina) 8:58
6. Vivaldi (Way) 9:22
7. Everdance (Monkman) 6:03
Créditos:
Sonja Kristina: Vocals
Darryl Way: Violin, Keyboards, Vocals
Francis Monkman: Lead Guitar, Organ, Synthesizers
Florian Pilkington-Miksa: Percussion
Philip Kohn: Bass Guitar
(*) CD lançado em 1991. Gravado na Cardiff University e Bristol Polytechnic em dezembro de 1974.
https://mega.co.nz/#!x4xRyaiK!nFhN6SbnjJsJC4sDGzuxpz29DvOm3FYNjaLVQJxIJAY 
Biografia:
Derivada da banda de rock progressivo Sisyphus, a Curved Air formou-se em 1969, intregrada por Sonja Kristina (nascida em 14 de abril de 1949, em Brentwood, Essex, Inglaterra; vocais), Darryl Way (nascido em 17 de dezembro de 1948, em Taunton, Somerset, Inglaterra; violino), Florian Pilkington-Miksa (nascido em 3 de junho de 1950, em Roehampton, Londres, Inglaterra [nota minha: bateria]), Francis Monkman (nascido em 9 de Junho de 1949, em Hampstead, Londres, Inglaterra; teclados [nota minha: e guitarra]) e Rob Martin (baixo). Depois de fixar-se no roteiro das casas noturnas do Reino Unido, a banda assinou com a Warner Brothers Records, recebendo um avultado adiantamento de 100.000 libras.
10Seu disco de estréia, "Airconditioning", foi bastante promovido e ganhou notoriedade como um dos primeiros discos de rock a ostentar um desenho artístico na capa. Martin foi posteriormente substituído por Ian Eyre (nascido em 11 de Setembro, em Knaresborough, Yorkshire, Inglaterra). No verão de 1971, a banda desfrutou seu único sucesso Top 5 no Reino Unido com "Back Street Luv"'. Seu "Second Album", fundindo habilmente electrorock e música clássica, conquistou os ouvintes do gênero progressivo. Na época de "Phantasmagoria", Eyre tinha saído por causa de divergências musicais: sua intenção era capitalizar o sucesso de um single e dar-lhe continuidade (nota minha: provavelmente com um disco longo; o texto não é claro no ponto); já o resto da banda queria uma sonoridade mais folk, voltada ao esoterismo.
11Mike Wedgewood (nascido em 19 de maio de 1956, em Derby, Inglaterra) juntou-se ao grupo, no período em que Monkman e Way dissentiam sobre a orientação musical e as apresentações da banda. Em outubro de 1972, ambos deixaram a Curved Air, remanescendo apenas Kristina como membro original.
A partir daí, a formação da banda passou a mudar constantemente. Kristina e Wedgewood recrutaram Kirby Gregory (guitarra), Eddie Jobson (nascido em 28 maio de 1955, na Inglaterra; violino, teclados) e Jim Russell (bateria) para gravar "Air Cut", antes de Jobson sair para reunir-se à Roxy Music, no lugar de Brian Eno. Os componentes originais da banda, juntamente com o novo baixista Phil Kohn (nascido nos Estados Unidos), reagruparam-se para uma curta turnê pelo Reino Unido em dezembro de 1974.
12Após um hiato, durante o qual Kristina retornou ao elenco do musical Hair (do qual ela se afastara para criar a Curved Air), a banda foi reativada, com o retorno de Way, visando à realização de turnês. Os novos membros eram Mick Jacques (guitarra), Tony Reeves (baixo) e Stewart Copeland (nascido em 16 julho de 1952, em Alexandria, Virginia, EUA; bateria). Seguiram-se mais dois discos, e a banda acabou em 1977.
Kristina seguiu carreira solo, como cantora e atriz, mas com pouco êxito. Way fundou a Darryl Way's Wolf e nos anos 90 limitou-se à composição. Monkman formou a Sky, ao passo que Copeland associou-se ao imenso sucesso da Police.
Houve várias reuniões da Curved Air em décadas posteriores, sendo que uma delas redundou no disco "Alive", lançado em 1990 (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 386-7; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...