segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Elvin Bishop - Struttin' My Stuff [Bonus Tracks]

Cover
Músico: Elvin Bishop
Disco: Struttin' My Stuff [Bonus Tracks]
Ano: 2013(*)
Gênero: Blues Rock, Country Rock, Southern Rock
Faixas:
1. Struttin' My Stuff (Bishop, Aaberg) 4:10
2. Hey, Hey, Hey, Hey (Bishop, Thomas, Aaberg) 3:31
3. My Girl (White, Robinson) 3:06
4. I Love The Life I Lead (Bishop) 2:31
5. Fooled Around And Fell In Love (Bishop) 4:35
6. Holler And Shout (Bishop) 3:13
7. Slick Titty Boom (Bishop) 5:01
8. Grab All The Love (Bishop) 2:54
9. Have A Good Time (Bishop) 2:31
10. Joy (Bishop) 4:02
11. Silent Night [Vocal Version] [Bonus Track] (Gruber, Mohr) 3:58
12. Silent Night [Instrumental] [Bonus Track] (Gruber, Mohr) 4:12
Créditos:
Elvin Bishop: Lead Vocals, Lead Guitar, Rhythm Guitar, Slide Guitar
Johnny "V" Vernazza: Lead Guitar, Rhythm Guitar, Slide Guitar, Background Vocals
Michael "Fly" Brooks: Bass Guitar
Don Baldwin: Drums, Congas, Percussion, Background Vocals
Mickey Thomas: Lead Vocals, Background Vocals
Phil Aaberg: Piano, Clavinet
Bill Slais: Synthesizer, Background Vocals
Mike Keck: Piano, Organ
Terry Hanck: Tenor Sax
(*) LP lançado originalmente em 1975.
Logo Design by FlamingText.com Logo Design by FlamingText.com
Biografia:
Nascido em 21 de outubro de 1942, em Tulsa, Oklahoma, EUA, Bishop mudou-se para Chicago, na adolescência, para ser universitário. Aspirante a guitarrista, tornou-se um dos incontáveis jovens músicos brancos frequentadores dos bares de blues da cidade, juntando-se, em 1965, à banda do Big John's, um desses estabelecimentos. O grupo, posteriormente, ficou conhecido como Paul Butterfield Blues Band. Mesmo ofuscado, inicialmente, pelo guitarrista Michael Bloomfield, foi na banda de Paul Butterfield que Bishop desenvolveu o seu característico estilo, ainda que múltiplo.
2Bishop salientou-se em quatro discos da Butterfield, mas abandonou a banda em 1968 após o lançamento de "In My Own Dream". No ano seguinte, domiciliou-se em São Francisco, Califórnia, onde seu próprio grupo virou atração popular em constantes apresentações ao vivo. Bishop, no começo, assinou com a Fillmore, selo de Bill Graham, mas suas primeiras gravações alcançaram sucesso apenas local. Em 1974, Richard "Dickie" Betts, da Allman Brothers Band, introduziu o guitarrista na Capricorn Records, que  explorou a imagem hippie e caipira que Bishop tinha desenvolvido, bem como a sua eclética sonoridade, que misturava R&B, soul e country.
5Seguiram-se seis discos, incluido "Let If Flow", "Juke Joint Jump" e um ao vivo, "Live! Raisin' Hell", mas um lançamento de 1975, "Struttin' My Stuff", mostrou-se o mais popular. O álbum continha a memorável "Fooled Around And Fell In Love", que, lançada como single, chegou ao 3° lugar nas paradas americanas. O cantor da música era Mickey Thomas, que depois deixou o grupo para seguir carreira solo e acabou, mais tarde, como vocalista da Jefferson Starship. A perda de Thomas – um poderoso cantor – minou a força de Bishop, ocasionando a descontinuidade da sua incipiente ascendência.
4E, em 1979, adveio-lhe mais um revés, quando a Capricon faliu. Embora ainda permanecesse uma figura muito admirada no circuito musical da área da baía de São Francisco, as gravações do guitarrista escassearam durante os anos 80. Na década de 90, a Alligator Records, de Bruce Iglauer, ofereceu-lhe um contrato, e a série de discos que lhe foi creditada na gravadora indica que Bishop encontrou ali um nicho confortável (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 165; tradução livre do inglês).

4 comentários:

AussieRock disse...

Thanks for the share my friend
Cheers from DownUnder

Indignaldo Silva disse...

You're welcome.

Renã CSC disse...

Você é foda,espero que esse site nunca caia!

Indignaldo Silva disse...

Eu também espero, Renã. Agradeço muito o comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...