sábado, 14 de setembro de 2013

Spirit - Made In Germany

Cover
Banda: Spirit
Disco: Made In Germany
Ano: 1983(*)
Gênero: Hard Rock, Blues Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. Rockpalast Jam (California) 5:00
2. Hollywood Dream (California) 4:24
3. Nature's Way (California) 3:25
4. These Are Words (California) 4:07
5. Looking Down (California) 7:32
6. 1984 (California) 3:28
7. Animal Zoo (Ferguson) 4:19
8. Rock And Roll Planet (California, Cassidy) 3:03
9. All The Same (California, Cassidy) 10:20
10. I've Got A Line On You (California) 3:19
Créditos:
Randy California: Bass, Guitar, Vocals
Ed Cassidy: Drums, Percussion
Larry "Fuzzy" Knight: Bass
(*) CD lançado em 1997. Gravado ao vivo em concertos realizados em Londres, na Inglaterra (principalmente), e em Miami e Tampa, na Flórida, no ano de 1978, exceto "Rockpalast Jam", gravado no programa televisivo "Rockapalast", da Alemanha, no mesmo ano.
Postagem  
Biografia:
Embora ostentasse no currículo apenas uma música de sucesso, "I Got a Line on You", a Spirit ficou famosa principalmente por seus discos: uma ambiciosa e eclética combinação de hard rock, blues, country folk e prefusion jazz (nota minha: preferi não traduzir tais gêneros e subgêneros, porque são tipicamente americanos, sem similares em português).
O baterista de cabeça raspada Ed Cassidy conheceu Randy California  então com 13 anos  quando namorou sua mãe, com quem se casou mais tarde. Ele se agregou à Red Roosters, banda de Randy, formada em 1965 e que contava com a maior parte do lineup original da Spirit. Anteriormente, em meados dos anos 50, ele havia tocado com os jazzistas Thelonious Monk, Art Pepper, Cannonball Adderley e Gerry Mulligan na Costa Oeste, e, no início dos anos 60, fundou seu próprio grupo, chamado New Jazz Trio. Em 1965, aderiu à Rising Sons, com Ry Cooder e Taj Mahal, mas obrigou-se a abandonar a banda ao machucar a mão durante um solo de bateria.
John Locke, que afirmava ser descendente direto do filósofo britânico homônimo, encontrou Cassidy pela primeira vez no New Jazz Trio. Na Universidade da Califórnia, ele ficou amigo de Mark Andes e Jay Ferguson, que cresceram juntos em San Fernando Valley. A Marksmen, banda de Andes, já participara de sessões musicais com Bobby "Boris" Picket, dentre outros. Ferguson, por seu turno, foi colega de California na Oat Hill Stump Straddlers, uma banda de bluegrass. Em 1965, Cassidy reuniu California, Ferguson e Andes na Red Roosters, mas a banda dissolveu-se em 1966.
Em Nova York, Cassidy e California trabalharam como músicos profissionais e envolveram-se com várias bandas. Enquanto isso, Ferguson criou a Western Union, com Mark e seu irmão, Matt Andes; a banda desfrutou de alguma popularidade local antes de Mark sair para colaborar brevemente na Canned Heat. No final de 1966, Cassidy e California voltaram para o estado da Califórnia e, com Locke, conceberam a Spirits Rebellious (título de um livro do escritor Kahlil Gibram), depois abreviada para Spirit com a adição de Ferguson e Mark.
Os LPs do grupo raramente obtiveram grandes vendagens, mas a crítica sempre os recebeu bem. Seu maior sucesso comercial  também aclamado pelos especialistas ⏤ foi The Twelve Dreams of Dr. Sardowcus, último disco gravado pelo lineup original. Em meados de 1971, Andes e Ferguson retiraram-se e criaram a Jo Jo Gunne. Cassidy e Locke, então, trouxeram do Texas os irmãos Staehely para substituir os desistentes. Todavia, após a gravação de Feedback, os dois membros fundadores restantes (nota minha: o texto é omisso a respeito, mas, àquela altura, Randy já saíra e tentava carreira solo) igualmente abandonaram a banda, deixando os Staehelys com seu próprio "espírito" (nota minha: o texto sugere um trocadilho com o nome da banda) na estrada.
Na seqüência, Randy California transferiu-se para a Inglaterra, onde tocou com o roqueiro britânico Peter Hammil, da Van der Graaf Generator. No final de 1971, ele teve alguns problemas de saúde (uma concussão decorrente de uma queda de cavalo e um colapso nervoso), que o afastaram das atividades musicais até 1973, ano em que lançou um LP solo, Kaptain Kopter an the Fabulous Twirlybirds. Quando California e Cassidy reformularam a Spirit em 1974, Chris Staehely ligou-se à Jo Jo Gunne.
Em 1975, a banda reagrupou-se para alguns shows na Costa Oeste, com Mark Andes, que deixara a Jo Jo Gunne  e  se  integrara à Firefall  posteriormente, foi parar na Heart. Nesse ínterim, Ferguson já colecionava sucessos em carreira solo ("Thunder Island") e tornara-se um ativo músico de estúdio e produtor na Costa Oeste. A Spirit continuou gravando e excursionando. Um reencontro em 1983 resultou no disco Spirit of '84. A banda, com Cassidy e California no comando, reuniu-se em diversas configurações ao longo dos anos. Cassidy escreveu e publicou Ed Cassidy's Musicians' Survival/Resource Manual, e vendeu a obra através de anúncios em revistas de músicas, como a Goldmine. Ele também deu aulas de bateria e organizou seminários sobre o instrumento.
A Spirit terminou de vez após a morte de California em 1997, por afogamento, na tentativa de salvar seu filho de uma correnteza na costa havaiana. Antes do infortúnio, porém, a banda conseguiu completar California Blues, uma coletânea de material ao vivo antigo e uma dúzia de novas gravações. Spencer Davis, da Spencer Davis Group, e Robbie Krieger, ex-guitarrista da Doors, tiveram uma pequena porém marcante participação no disco, que também assinalou o retorno do tecladista Locke (nota minha: John Locke e Ed Cassidy morreram em 4 de agosto de 2006 e 6 de dezembro de 2012, respectivamente) (The Rolling Stone Encyclopedia of Rock & Roll. Third Edition. Edited by Holly George-Warren and Patricia Romanowski. New York: Fireside, 2001, p. 927; tradução livre do inglês).

2 comentários:

dado disse...

Muito obrigado para o "Made in Germany" Eu não sei ...
Eu estou olhando para o "Spirit Of '76" 2xLP publicado pela Mercury em 1975.
Quem sabe? Nós encontramos tesouros na discofilos :-)
um beijo de França

Musicômano disse...

Já está na fila, dado. Só aguardar. Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...