domingo, 4 de novembro de 2012

J. J. Cale - Naturally

Cover
Músico: J. J. Cale
Disco: Naturally
Ano: 1972(*)
Gênero: Blues Rock, Folk Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Call Me The Breeze (2:34)
2. Call The Doctor (2:25)
3. Don't Go To Strangers (2:26)
4. Woman I Love (2:40)
5. Magnolia (3:22)
6. Clyde (2:27)
7. Crazy Mama (2:30)
8. Nowhere To Run (2:24)
9. After Midnight (2:23)
10. River Runs Deep (2:41)
11. Bringing It Back (2:43)
12. Crying Eyes (3:14)
Músicas de autoria de J. J. Cale.
Créditos:
J. J. Cale: Guitar, Vocals
Karl Himmel: Drums
Chuck Browning: Drums
Tim Drummond: Drums
Carl Radle: Bass
Norbert Putnam: Bass
Bob Wilson: Piano
David Briggs: Piano, Organ
Jerry Whitehurst: Piano
Weldon Myrick: Steel Guitar
Buddy Spiker: Fiddle
Shorty Lavender: Fiddle
Walter Haynes: Dobro
Mac Gayden: Slide Guitar
Ed Colis: Harmonica
Diane Davidson: Backing Vocals
(*) CD lançado em 1987.

Biografia:
Intitulando-se "semi-aposentado", o recluso cantor e compositor J. J. Cale já teve músicas gravadas por artistas tão díspares quanto Johnny Cash e Captain Beefheart. Mas sua sinuosa marca registrada – linhas bluseiras de guitarra e vocais baixos, quasse sussurrados – foi popularizada pela Dire Straits e por Eric Clapton; as versões de Clapton para "After Midnight" e "Cocaine" viraram hits radiofônicos.
5
Cale tangeu sua primeira guitarra aos 10 anos. Depois de tocar numa sucessão de bandas de Tulsa, Oklahoma (um dos grupos era integrado por Leon Russell), durante o ensino secundário, ele caiu na estrada em 1959 e participou da companhia itinerante Grand Ole Opry. No início dos anos 60, ele retornou a Tulsa acompanhado de Leon Russell, e, em 1964, ambos mudaram-se para Los Angeles, levando Carl Radle (mais tarde músico da Derek and the Dominos), conterrâneo de Oklahoma. Cale ligou-se a Delaney And Bonnie, mas, em 1965, já estava gravando sozinho, lançando a primeira versão de "After Midnight". Após deixar a dupla Delaney And Bonnie, ele voltou para Tulsa em 1967.
2
Radle alcançou algumas fitas caseiras de Cale para Denny Cordell, e Cale figurou entre os primeiros artistas contratados pela Shelter Records, gravadora criada por Cordell e Russell em 1969. Após o sucesso de "After Midnight", na versão claptoniana, em 1970 (18° lugar nas paradas), Cale gravou "Naturally", em 1972, levando a música "Crazy Mama" ao 22° lugar nas paradas. "Magnolia", também inserida no álbum, foi, mais tarde, regravada pela Poco e por José Feliciano. Durante os anos 70, Cale gravou e excursionou em ritmo lento. Ele passou para a Mercury Records em 1982, lançando dois discos, "Grasshopper" (149° lugar nas paradas de 1982) e "#8" (174° lugar nas paradas de 1983). Decepcionado com as vendas, ele rescindiu o contrato. Cale passou os seis anos seguintes vivendo num trailer fora de Los Angeles, saindo apenas para uma turnê anual.
8
Cale lançou dois discos pela Silvertone, um selo independente do Reino Unido: "Travel-Log" (131° lugar nas paradas de 1990) e "Number 10" (332° lugar nas paradas de 1992). Ele também produziu dois álbuns de John Hammond: "Got Love If You Want It" (1992) e "Trouble No More" (1994). "Closer To You" (1994) e "Guitar Man" (1996) mantiveram as características autorais descontraídas e bluseiras de Cale (nota minha: Cale morreu de infarto em 26 de julho de 2013, em San Diego, Califórnia, EUA) (The Rolling Stone Encyclopedia of Rock & Roll. Third Edition. Edited by Holly George-Warren and Patricia Romanowski. New York: Fireside, 2001, p. 141; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...