sexta-feira, 27 de março de 2015

Born Again - Pagan [Bonus Tracks]

Cover
Banda: Born Again
Disco: Pagan [Bonus Tracks]
Ano: 2005
Gênero: Blues Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. Barnyard Blues [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Otis, Sullivan) 4:22
2. Radio X [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Sullivan) 4:39
3. No Good Reason [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Otis, Sullivan) 4:01
4. Boiling Point [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Sullivan) 3:11
5. Three Pipers [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Dollarhide) 1:59
6. Laurie Waltzing [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Otis) 2:30
7. Sand Castle [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Otis, Sullivan) 3:52
8. Good Blues [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Otis, Sullivan) 2:30
9. She's Gone [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Sullivan) 4:46
10. Comin' Back Strong [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Sullivan) 5:20
11. Lie Me Down [From LP "Born Pagan Again", 2001] (Sullivan) 4:21
12. Velvet Vampire [Radio Spot 1971] [Bonus Track] (0:58)
13. Laurie Waltzing [Again] [Previously issued on CD "Otis: A New Beginning", 2001] [Bonus Track] (Otis) 3:09
14. Sand Castle [Alternate Mix] [Bonus Track] (Otis, Sullivan) 4:08
15. Om Namah Shivaya [Previously issued on CD "Otis: A New Beginning", 2001] [Bonus Track] (Otis) 6:09
16. Milk & Honey [Home demo by Otis/Sullivan, 1999-2004] [Bonus Track] (Otis, Sullivan) 3:41
17. In That Day [Home demo by Otis/Sullivan, 1999-2004] [Bonus Track] (Otis, Sullivan) 3:20
18. You Let Yourself In [Home demo by Otis/Sullivan, 1999-2004] [Bonus Track] (Otis, Sullivan) 4:32
Créditos:
Brice Sullivan: Vocals, Harmonica, Keyboards
Larry Otis: Guitar
Steve Avery: Guitar
Rod Moxie: Bass, Guitar
Stuart Ramsay: Bass
Lloyd Wick: Drums
http://freetexthost.com/gjq5u1kyae
Resenha:
Não falta quem diga que existe muita coisa boa na música sessentista passível de relançamento, embora a pequena comunidade de colecionadores não pareça se importar com isso. E há, ainda, as preciosidades gravadas naquela época e que não chegaram a ser lançadas tempestivamente. Essas constituem os projetos mais desafiadores para uma gravadora: sem comercialização oportuna, sem status de "raridade" cult, nada além da força da música para fazer o disco emplacar. Bem, no presente caso, a Shadoks pode dizer: "missão cumprida".
1É difícil prever o que teria acontecido com a Born Again se "Pagan" tivesse sido lançado em 1971. Mas pode-se asseverar que o cantor Brice Sullivan e o guitarrista Larry Otis formavam uma eficiente dupla de compositores. O blues rock praticado pela banda revela influência da psicodelia da Costa Oeste (Iron Butterfly, especificamente), mas também inclinações ao rock de raiz da Savoy Brown. Otis não era um exímio guitarrista, porém extraía um bom som do instrumento, com técnica apurada e contorcionismos na sua maneira de tocar que o fariam reconhecível após dois ou três LPs. Todavia, o maior trunfo da banda era a vigorosa voz de Sullivan, um suarento tenor bluseiro com pitadas de soul.
2O distintivo álbum (as 11 faixas gravadas em Los Angeles durante os anos de 1969 a 1971 foram reunidas pela primeira vez num LP em 2001, através da gravadora Rockadelic) merece ser ouvido, mesmo que somente pelas ótimas canções "Sand Castle", "Radio X" e "Boiling Point". A reedição em CD de 2005, da Shadoks, acrescenta sete faixas extras, não tão interessantes quanto as outras, se bem que as três demos caseiras de 1972 (nota minha: segundo o encarte do CD, as demos teriam sido gravadas entre 1999 e 2004) mostram que a parceria Otis/Sullivan, se dispusesse de maiores chances, poderia oferecer muito mais (François Couture, AllMusic; tradução livre do inglês).

2 comentários:

Tim disse...

Muito bom, obrigado!

Indignaldo Silva disse...

Não há de quê, Tim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...