sábado, 22 de fevereiro de 2014

Rare Earth - Dreams/Answers

Cover 1
Banda: Rare Earth
Disco: Dreams/Answers
Ano: 1968
Gênero: R&B, Soul, Psychedelic Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Stop/Where Did Our Love Go (Holland, Dozier, Holland) 3:03
2. 6-3-4-5 (Cooper, Floyd) 2:35
3. King Of A Rainy Country (P. Parrish) 2:43
4. New Rochelle (G. Harvey, M. Theodore) 3:05
5. Land Of Nod (G. Harvey, M. Theodore, P. Hoorelbeke) 3:04
6. Mother Oats (G. Harvey, M. Theodore, D. Coffey) 2:37
7. Red Apple (G. Harvey, M. Theodore, D. Coffey) 2:50
8. Get Ready (W. M. Robinson) 2:53
9. Morning (R. Koss) 2:24
10. Searchin' (Leiber, Stoller) 2:34
11. Yesterday On Third Avenue (P. Parrish) 3:02
12. Sidewalk Cafe (P. Parrish) 2:54
Créditos:
John Parrish: Bass, Vocals, Trombone
Rod Richards: Vocal, Guitar
Kenny James: Organ, Piano
Gil Bridges: Vocal, Sax
Peter Rivera: Vocal, Drums
https://goo.gl/Ugrfhz 
Biografia:
Gil Bridges (saxofone) e o baterista Peter Rivera/Hoorelbeke (nota minha: nomes verdadeiro e artístico, respectivamente) (bateria) formaram sua primeira banda de R&B, Sunliners, em Detroit, Michigan, EUA, no ano de 1961. John Parrish (baixo) juntou-se ao grupo em 1962, e Rod Richards (guitarra) e Kenny James (teclados) completaram o time em 1966. Também integraram a banda Ralph Terrana (teclados), Russ Terrana (guitarra) e Fred Saxon (saxofone). Após anos tocando em casas noturnas locais e lançando discos comuns pelos selos MGM Records, Hercules e Golden World, o grupo assinou com a Verve Records e soltou o disco "Dreams And Answers". Em 1969, novo contrato com a Motown Records, onde a banda foi agraciada com um novo selo de rock progressivo, criado para homenageá-la (depois de uma esperançosa proposta aos executivos da Motown).
Imediatamente, a Rare Earth Records emplacou um sucesso com a saborosa versão roqueira do hit "Get Ready", da Temptations, que atingiu o Top 10 americano. A música, com mais de 20 minutos de duração, ocupava um dos lados do disco de estreia da banda na Motown, e, além de mostrar sua habilidade instrumental, também tipificava uma tendência para a imoderação artística. Em 1970, um cover de "(I Known) I'm Losing You", outro clássico da Temptations, rendeu mais um sucesso para a banda, que também produziu material original, como "Born To Wander" e "I Just Want To Celebrate". A esta altura, a banda já havia sofrido o primeiro de uma série impressionante de reveses no seu lineup, que lhe prejudicou o desenvolvimento ao longo de uma década: Richards e James foram permutados por Ray Monette e Mark Olson, respectivamente, e Ed Guzman (nascido em 10 de março de 1944 e falecido em 29 de julho de 1993) entrou como percussionista.
Essa formação conseguiu vários sucessos menores nos Estados Unidos no início dos anos 70, até que convulsões internas, em 1973, levaram a banda a reformular completamente o seu estilo. O mentor da Temptations, Norman Whitfield, produziu, naquele ano, o disco "Ma", bastante acatado. Whitfield, no entanto, acabou substituído por Stewart Levine (nota minha: no original consta o nome de Jerry La Croix, mas o engano é manifesto, dado que La Croix nunca foi produtor da banda, mas tão-somente um dos seus integrantes), na produção de "Back To Earth", de 1975. Os discos seguintes falharam comercialmente, circunstância que não impediu a banda de gravar e excursionar nos anos 80. Os ex-membros Rivera/Hoorelbeke e Michael Urso, adotando o nome Hub, associaram-se ao compositor e produtor Tom Baird, da Motown, visando à gravação de dois álbuns, "Hub" e "Cheeta", lançados pela Capitol Records.
Na virada da década, o grupo compreendia Bridges, Monette, Guzman, Wayne Baraks, Rick Warner, Dean Boucher e Randy Burghdoff. E, assim composto, lançou dois singles, em 1990, pela gravadora Motorcity, pertencente a Ian Levine. Já em termos de popularidade, sempre permaneceu em alta na Alemanha. Por volta da metade dos anos 90, Hoorelbeke/Rivera tocou com a Classic Rock All Stars, uma banda que contava com Spencer Davis, Mike Pinera (antigo membro dos grupos Blues Image e Iron Butterfly) e Jerry Corbetta (Sugarloaf) (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 1155-6; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...