domingo, 25 de agosto de 2013

Hurdy Gurdy - Hurdy Gurdy [Bonus Tracks]

Cover 1
Banda: Hurdy Gurdy
Disco: Hurdy Gurdy [Bonus Tracks]
Ano: 1971(*)
Gênero: Hard Rock, Psychedelic Rock
Músicas:
1. Ride On (Forné, Bøhling) 5:07
2. The Giant (Bøhling) 4:35
3. Tell Me Your Name (Bøhling, Forné, Otzen) 4:26
4. Peacefull Open Spaces (Otzen, Bøhling) 5:19
5. Babels Tower (Bøhling) 3:11
6. Spaceman (Bøhling) 4:22
7. Lost In The Jungle (Bøhling) 9:55
8. You Can't Go Backwards (St. John) 4:00
9. Chain Me Down [Bonus Track] (Bøhling) 5:42
10. Year Zero Now [Bonus Track] (Bøhling) 3:06
11. Improv [Bonus Track] (Bøhling, Forné, Otzen) 4:37
Créditos:
Claus Bøhling: Vocal, Guitar, Harmonica, Sitar
Jens Marqvard Otzen: Percussion
Torben Forné: Bass
(*) CD lançado em 2002, com três faixas extras.
Logo Design by FlamingText.com
Biografia:
A Hurdy Gurdy derivou do grupo dinamarquês Peter Belli & The B. B. Brothers, em 1967. Três membros da B. B. Brothers - o guitarrista Claus Bøhling, o baterista Jens Otzen e o baixista inglês Mac MacLeod, que residia, temporariamente, na Dinamarca - separaram-se de Belli para formar um trio de hard rock psicodélico. A banda mudou-se para a Inglaterra em 1968, após MacLeod ser deportado. Há notícia de que Donovan, um amigo de MacLeod, com quem o baixista havia tocado anteriormente como músico de apoio, queria produzir para a banda uma versão de "Hurdy Gurdy Man", canção de sua autoria. Entretanto, Donovan lançou sua própria versão da música, e a Hurdy Grudy não lançou nada enquanto MacLeod a integrou, apesar de ter realizado algumas gravações produzidas por Chris White e Rod Argent, componentes da Zombies.
1
"Neo Camel" e "Tick Tock Man", duas canções gravadas no final dos anos 60, com MacLeod no lineup da Hurdy Grudy, finalmente apareceram em "The Incredible Musical Odyssey Of The Original Hurdy Gurdy Man", uma antologia organizada por MacLeod e lançada em 2003, e são peças bastante espontâneas e frenéticas do período das guitarras psicodélicas.
Bohling e Otzen retornaram à Dinamarca logo após as gravações, porque não conseguiram autorização para trabalhar em território inglês. Lá, a dupla juntou-se a um novo baixista e, no início dos anos 70, o grupo gravou um disco, homônimo, para a CBS da Escandinávia. O registro - um hard rock clichê da época, com a guitarra de Bohling influenciada por Hendrix - foi relançado em CD pela Akarma (Richie Unterberger, site AllMusic; tradução livre do inglês).

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá amigo,

Parabéns pelo blog!

Curta o meu estradasflamejantes.blogspot

e

https://www.facebook.com/pages/Estradas-Flamejantes/555871927792824

Abraço

EF

Musicômano disse...

Obrigado pelo comentário, EF. Vou lá conferir a tua página. Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...