terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Jefferson Airplane - Takes Off [Bonus Tracks]

Banda: Jefferson Airplane
Disco: Takes Off [Bonus Tracks]
Ano: 2008(*)
Gênero: Folk Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. Blues From An Airplane (Marty Balin, Alex Spence) 2:10
2. Let Me In (Marty Balin, Paul Kantner) 2:59
3. Bringing Me Down (Marty Balin, Paul Kantner) 2:25
4. It's No Secret (Marty Balin) 2:39
5. Tobacco Road (Clay Warnick) 3:29
6. Come Up The Years (Marty Balin, Paul Kantner) 2:33
7. Run Around (Marty Balin, Paul Kantner) 2:39
8. Let's Get Together (Chet Powers) 3:37
9. Don't Slip Away (Marty Balin, Alex Spence) 2:33
10. Chauffeur Blues (Lester Melrose) 2:27
11. And I Like It (Marty Balin, Jorma Kaukonen) 3:17
12. Runnin' 'Round This World [Original Uncensored Version] [Bonus Track] (Marty Balin, Paul Kantner) 2:27
13. High Flying Bird [Bonus Track] (Billy Edd Wheeler) 2:35
14. It's Alright [Bonus Track] (Paul Kantner, Alex Spence) 2:17
15. Go To Her [Early Version] [Bonus Track] (Paul Kantner, Irving Estes) 4:08
16. Let Me In [Original Uncensored Version] [Bonus Track] (Marty Balin, Paul Kantner) 3:31
17. Run Around [Original Uncensored Version] [Bonus Track] (Marty Balin, Paul Kantner) 2:35
18. Chauffeur Blues [Alternate Version] [Bonus Track] (Lester Melrose) 2:49
19. And I Like It [Alternate Version] [Bonus Track] (Marty Balin, Jorma Kaukonen) 10:39
Créditos:
Marty Balin: Vocals, Rhythm Guitar
Paul Kantner: Rhythm Guitar, Vocals
Jorma Ludwik Kaukonen: Lead Guitar
Signe Toly Anderson: Vocals
Alex "Skip" Spence: Drums
Jack Casady: Bass
Spencer Dryden: Drums (faixas 15, 18, 19)
(*) LP lançado originalmente em 1966.
http://twixar.me/pg2
Biografia:
Junto com a Grateful Dead, a Jefferson Airplane – fundada por Marty Balin (nome verdadeiro: Martyn Jerel Buchwald, nascido em 30 de janeiro de 1942, em Cincinnati, Ohio, EUA; vocais e guitarra) em agosto de 1965 – é considerada como a mais bem-sucedida banda de São Francisco do final dos anos 60. Os outros membros da formação original eram Paul Kantner (nascido em 17 de março de 1941, em São Francisco, Califórnia, EUA [nota minha: e morto em 28 de janeiro de 2016, na mesma cidade em que nasceu]; guitarra e vocais ) e Jorma Kaukonen (nascido em 23 de dezembro de 1940, em Washington, DC, EUA; guitarra e vocais).
Bob Harvey, Jerry Peloquin, Skip Spence (nome verdadeiro: Alexander Lee Spence, nascido em 18 de abril de 1946, em Windsor, Ontário, Canadá, e morto em 16 de abril de 1999, em Santa Cruz, Califórrnia, EUA) e Signe Anderson (nome verdadeiro: Signe Toly Anderson, nascida em 15 de setembro de 1941, em Seattle, Washington, DC, EUA) duraram pouco – Spence e Anderson ao menos participaram da gravação do primeiro disco da banda, "Takes Off"; Harvey e Peloquin nem isso. Spencer Dryden (nascido em 7 de abril de 1938, em Nova Iorque, Nova Iorque, EUA, e morto em 11 de janeiro de 2005, em Penngrove, Califórnia, EUA; bateria) e Jack Casady (nome verdadeiro: John William Casady, nascido em 13 de abril de 1944, em Washington, DC, EUA; baixo), assumiram a seção rítmica da banda, que misturou folk e rock naquilo que se tornou conhecido por "som da costa oeste". Kantner, um rosto já familiar no circuito folk local, e Balin, fundador da Town Criers e co-proprietário da boate Matrix, logo transmitiram bastante popularidade à banda na região, que começou a realizar shows e espetáculos beneficentes organizados pelo promoter Bill Graham. Finalmente, o grupo conseguiu se encaixar como atração fixa nas casas de shows Fillmore Auditorium e Carousel Ballroom, sediadas à curta distância da sua magnífica e comunitária residência, localizada na Rua Fulton, 2.400, no distrito de Haight Ashbury.
Anderson saiu logo após o lançamento do primeiro disco da banda, "Takes Off" (que alcançou um moderado sucesso), tendo sido substituída, em outubro de 1966, por Grace Slick (nome verdadeiro: Grace Barnett Wing, nascida em 30 de outubro de 1939, em Evanston, Illinois, EUA; vocais). Slick já era bem famosa graças à sua antiga banda, Great Society, e contribuiu com duas canções, "White Rabbit" e "Somebody To Love", para o segundo e influente disco da banda, "Surrealistic Pillow", sendo que ambas se tornaram sucessos Top 10 nos Estados Unidos e viraram clássicos representativos daquela época. A letra de "White Rabbit" adaptava a inocente história de "Alice no País das Maravilhas", escrita por Lewis Carroll, a uma viagem de LSD. A reputação da banda tonificou-se com a fervorosa performance no lendário festival pop de Monterey, em 1967. O sucesso nacional continuou com o errático "After Bathing At Baxters" e o brilhante "Crown Of Creation", que mostrou os compositores da banda amadurecendo e desenvolvendo estilos próprios. "If You Feel", de Balin, "Ice Cream Phoenix", de Kaukonen, e a tragicômica "Lather", de Slick, conferiram grande diversidade ao disco, que também continha "Triad", uma música que o amigo David Crosby decidira deixar de fora do catálogo da Byrds.
Com a agenda lotada, a banda lançou, em 1969, "Bless Its Pointed Little Head", gravado ao vivo, e, no mesmo ano, apresentou-se no festival de Woodstock, outro evento histórico do rock. Mais tarde, ainda em 1969, o grupo participou do malsinado festival de Altamont, onde uma gangue de Hells Angels matou um jovem espectador e atacou Balin. Àquela altura, Slick e Kantner eram concubinos e seus ideais hippies e pontos de vista políticos exerceram enorme influência no álbum "Volunteers", lançado no mesmo ano. Conquanto um excelente álbum, "Volunteers" marcou o declínio da função de Balin na estrutura da banda. Adicionalmente, Dryden deixou o grupo, e o trabalho paralelo desenvolvido por Casady e Kaukonen na Hot Tuna passou a exigir mais tempo da dupla. O franzino violinista Papa John Creach (nome verdadeiro: John Henry Creach, nascido em 28 de maio de 1917, em Beaver Falls, Pensilvânia, EUA, e morto em 22 de fevereiro de 1994, em Los Angeles, Califórnia, EUA) juntou-se à Airplane em tempo integral no ano de 1970, embora ainda permanecesse tocando na Hot Tuna.
Kantner lançou, em 1970, um álbum conceitual, "Blows Against The Empire", ao lado de um grupo denominado Jefferson Starship, que abrangia diversos membros da Airplane, além de Jerry Garcia, David Crosby, Graham Nash e outros músicos. O grandioso disco solo de Kantner acabou indicado para o prêmio Hugo de ficção científica. Slick, por sua vez, deu à luz a uma menina, chamada China, que estampou, no encerramento de 1971, a capa do disco "Sunfighter", gravado pelos seus pais. Na sequência de "Worst Of", uma coletânea com os grandes sucessos da banda, e da debandada de Balin, a Airplane lançou o criativo "Bark". Envolto num saco de papel, o disco apresentou alguns números atípicos, principalmente "Never Argue With A German", de Slick, uma paródia cantada em alemão, e "Thunk", composta pelo novo baterista, Joey Covington, soando a anos 50 e interpretada a capella. "Bark" também assinalou o primeiro lançamento pela gravadora Grunt, pertencente à banda. O decepcionante "Long John Silver", de 1972, antecedeu "30 Seconds Over Winter", de 1973, vigoroso registro de uma turnê e o último disco creditado à Airplane, se bem que uma interessante compilação, "Early Flight", abarcando singles e sobras de estúdio, tenha surgido em nome da banda no ano de 1974.
A Hot Tuna virou o centro das atenções de Casady e Kaukonen, ao passo que a dupla Slick e Kantner lançou outros discos antes de adotar a denominação Jefferson Starship e soltar uma série de álbuns bem-aceitos. Kantner, Balin e Casady reencontraram-se, brevemente, na KBC Band, em 1986. O nome Jefferson Airplane ressurgiu em 1989, quando Slick, Kaukonen, Casady, Balin e Kantner reagruparam-se e lançaram o disco "Jefferson Airplane", recebido com indiferença pelo público. Por volta do início dos anos 90, a Hot Tuna tinha sido reformulada, Kantner estava reconstruindo a Jefferson Starship e Slick, aparentemente, resolvera se afastar do cenário musical. A maioria dos principais protagonistas da Airplane reuniu-se em 1996 para apresentar-se no evento que a introduziu no Rock And Roll Hall Of Fame (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 748-9; tradução livre do inglês).


2 comentários:

Cristian Brendon disse...

Cara Muito Bom JEFFERSON AIRPLANE É A Banda Da Minha Vida Junto De The Doors, Se Você Conseguir Coloca Outros Discos Deles De Estudio (Bonus Track) Eu Agradeceria. Valeu Amante Da Musica!!!

Indignaldo Silva disse...

Pretendo postar toda a discografia da banda, mas assim, em conta-gotas, como eu tenho feito com as demais. Obrigado pelo comentário, Cristian.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...