domingo, 20 de novembro de 2016

Them - The "Angry" Young Them!

Banda: Them
Disco: The "Angry" Young Them!
Ano: 1965(*)
Gênero: Blues Rock, British Blues, British Invasion
Faixas:
1. Mystic Eyes (Morrison) 2:44
2. If You And I Could Be As Two (Morrison) 2:58
3. Little Girl (Morrison) 2:30
4. Just A Little Bit (Gordon) 2:26
5. I Gave My Love A Diamond (Berns) 2:53
6. Gloria (Morrison) 2:41
7. You Just Can't Win (Morrison) 2:28
8. Go On Home Baby (Berns) 2:41
9. Don't Look Back (Hooker) 3:25
10. I Like It Like That (Morrison) 3:22
11. I'm Gonna Dress In Black (Gillon) 3:38
12. Bright Lights Big City (Reed) 2:35
13. My Little Baby (Berns, Farrell) 2:14
14. (Get Your Kicks On) Route 66 (Troup) 2:29
Créditos:
Van Morrison: Vocals, Harmonica, Tenor Sax
Peter Bardens: Keyboards, Organ
Billy Harrison: Guitar
Alan Henderson: Bass
John McAuley: Drums, Piano, Harmonica
(*) CD lançado em 1988.
http://ow.ly/MfQq3084ZST
Biografia:
Formada em Belfast, Irlanda do Norte, em 1963, a Them percorreu uma tempestuosa trajetória mas gerou alguns dos melhores discos da época. O lineup original ⏤ Van Morrison (nome verdadeiro: George Ivan Morrison, nascido em 31 de agosto de 1945, em Belfast, Irlanda do Norte; vocais e harmônica), Billy Harrison (guitarra), Eric Wrixen (teclados), Alan Henderson (baixo) e Ronnie Millings (bateria) ⏤ apresentava-se no Maritime Hotel, em Belfast, onde demonstrou uma candente e determinada identificação com o R&B.
Uma demo, contendo uma longa versão de "Lovelight", ocasionou a associação da banda ao influente empresário Phil Solomon, que persuadiu Dick Rowe, da Decca Records, a contratá-la. Houve, então, a mudança para Londres e o lançamento do primeiro single, "Don't Start Crying Now", que fracassou. Os irmãos Patrick (nota minha: nascido em 17 de março de 1944, em Coleraine, County Londonderry, Irlanda do Norte, e morto em 11 de agosto de 1984, em Donegal, County Donegal, Irlanda) e Jackie McAuley (nascido em  14 de dezembro de 1946, em County Derry, Irlanda do Norte) haviam substituído Wrixen e Millings na época do lançamento do segundo single, "Baby Please Don't Go". Embora secundado por músicos de estúdio, a performance do quinteto mostrou-se extraordinária, e esse indispensável e empolgante single ⏤ empregado, brevemente, como tema musical do prestigiado e popular programa de televisão "Ready, Steady, Go!", do Reino Unido ⏤ chegou, merecidamente, ao Top 10 britânico. O sucesso recebeu um empurrão de "Gloria", composta por Morrison, um hino à luxúria adolescente, articulado por um riff hipnótico, posteriormente adotado por bandas bodegueiras principiantes.
O disco seguinte, "Here Comes The Night", tinha a assinatura e a produção de Bert Berns, veterano do R&B. O single alcançou o 2° lugar nas paradas, e, embora desse a impressão de que seria um sucesso duradouro, a desarmonia interna da banda prejudicou a sua evolução. Pete Bardens (nome verdadeiro: Peter Bardens, nascido em 19 de junho de 1945, em Westminster, Londres, Inglaterra, e morto em 22 de janeiro de 2002, em Malibu, Califórnia, EUA) ingressou no lugar de Jackie McAuley para a gravação do primeiro disco longo do grupo, que combinava uma porção de canções originais ⏤ destacando-se a frenética e estimulante "Mystic Eyes" (com a sua longa e vibrante abertura instrumental) e "You Just Can't Win" ⏤ com agradáveis covers. Mais deserções aconteceram quando os singles subsequentes não conseguiram emular os sucessos iniciais, e, no momento da emissão de "Them Again", a reformulada banda contava com Morrison, Henderson, Jim Armstrong (guitarra), Ray Elliot (saxofone e teclados) e John Wilson (bateria).
Essa gradativa formação, no entanto, conseguiu se destacar, sobretudo com a interpretação apaixonada de Morrison em "It's All Over Now, Baby Blue", escrita por Bob Dylan. Wilson cedeu seu posto para Dave Harvey, mas a banda desintegrou-se em 1966 na esteira de uma esgotante turnê americana e uma querela com Solomon. Lançamentos póstumos incluíram o extraordinário "The Story Of Them", registrando os primeiros dias do grupo no Maritime, em Belfast. Morrison, então, iniciou uma carreira solo bastante prolífica, deixando para trás um período de confusão, em que os irmãos McAuley ressurgiram com um arremedo da banda, com variadas denominações: "Them", "Them Belfast Gypsies", "Freaks Of Nature" ou simplesmente "Belfast Gypsies". Enquanto isso, Kenny McDowell, ex-Mad Lads, uniu-se a Henderson, Armstrong, Elliot e Harvey numa reconstituída Them, que se transferiu para Los Angeles após a intervenção do produtor Ray Ruff. "Now And Them" misturava R&B garageiro com o convencional som da costa oeste, exemplificado pela extensa "Square Room", mas o novo lineup encontrou dificuldade para descolar-se do legado dos seus predecessores.
Elliot saiu em 1967, mas o quarteto remanescente terminou o psicodélico "Time Out, Time In For Them", antes que McDowell e Armstrong retornassem a Belfast para fundar a Sk'Boo. Henderson manteve a designação Them em dois decepcionantes discos, gravados com a participação de anônimos músicos profissionais. Depois juntou-se à Ruff para o registro de "Truth Of Truths", uma ópera rock religiosa. E, na sequência, retirou-se do mundo musical, porém, interessado em preservar o patrimônio de sua antiga banda, promoveu uma espécie de reunião em 1979, recrutando Billy Harrison, Eric Wrixen, Mel Austin (vocais) e Billy Bell (bateria) para a gravação de "Shut Your Mouth". Conforme esperado, Harrison e Wrixen desistiram de uma turnê à Alemanha, e, após isso, a denominação Them acabou definitivamente sepultada (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 1385-6; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...