sábado, 30 de janeiro de 2016

The Electric Flag - A Long Time Comin' [Bonus Tracks]

Banda: The Electric Flag
Disco: A Long Time Comin' [Bonus Tracks]
Ano: 1988(*)
Gênero: R&B, Blues, Blues Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Killing Floor (C. Burnett) 4:11
2. Groovin' Is Easy (R. Polte) 3:06
3. Over-Lovin' You (B. Goldberg, M. Bloomfield) 2:13
4. She Should Have Just (R. Polte) 5:03
5. Wine (Traditional; arranged & adapted by M. Bloomfield) 3:15
6. Texas (B. Miles, M. Bloomfield) 4:49
7. Sittin' In Circles (B. Goldberg) 3:55
8. You Don't Realize (Dedicated with great respect to Steve Cropper and Otis Redding) (M. Bloomfield) 4:56
9. Another Country (R. Polte) 8:48
10. Easy Rider (M. Bloomfield) 0:54
11. Sunny [Bonus Track] (B. Hebb) 4:03
12. Mystery [Bonus Track] (B. Miles) 2:57
13. Look Into My Eyes [Bonus Track] (B. Miles, H. Brooks) 3:07
14. Goin' Down Slow [Bonus Track] (J. Oden) 4:43
Créditos:
Mike Bloomfield: Guitar, Percussion
Nick Gravenites: Vocals, Guitar, Percussion
Sivuca: Guitar, Percussion
Barry Goldberg, Mike Fonfara: Keyboards
Harvey Brooks: Bass, Guitar, Percussion
Buddy Miles: Drums, Percussion, Vocals
Peter Strazza: Tenor Sax
Herbie Rich: Tenor & Baritones Saxes, Keyboards, Vocals
Marcus Doubleday: Trumpet, Percussion
John Court: Percussion
Richie Havens: Sitar, Percussion
Paul Beaver: Moog Synthesizer
Bob Notkoff: Solo Violin
Julius Held, Leo Daruczek, George Brown, Charles McCraken: Strings
Cass Elliot (Uncredited): Vocal ("Groovin' Is Easy")
Stemsy Hunter: Alto Sax & Vocals (faixas 11, 12)
Virgil Gonsalves: Baritone & Soprano Saxes (faixas 11, 12), Flute (faixas 11, 12)
Hoshal Wright: Guitar (faixas 11, 12)
John Simon: Piano (faixas 11, 12)
Terry Clements: Tenor Saxophone (faixas 11, 12)
(*) LP lançado originalmente em 1968.
Biografia:
A breve carreira da tão alardeada Electric Flag iniciou-se em 1967 por iniciativa de Mike Bloomfield (nome verdadeiro: Michael Bernard Bloomfield, nascido em 28 de julho de 1943, em Chicago, Illinois, EUA, e morto em 15 de fevereiro de 1981, em São Francisco, Califórnia, EUA), após sua saída da influente Paul Butterfield Blues Band. A banda original compreendia Bloomfield, Buddy Miles (nome verdadeiro: George Allen Miles Jr., nascido em 5 de setembro de 1947, em Omaha, Nebraska, EUA, e morto em 26 de fevereiro de 2008, em Austin, Texas, EUA; bateria e vocais), Nick Gravenites (nascido em Chicago, Illinois, EUA; vocais), Barry Goldberg (nascido em Chicago, Illinois, EUA; teclados), Harvey Brooks (nome verdadeiro: Harvey Goldstein, nascido nos Estados Unidos; baixo), Peter Strazza (saxofone tenor), Marcus Doubleday (trompete) e Herbie Rich (saxofone barítono). Todos eram profissionais bem experientes, de variadas escolas musicais. O grupo gravou a trilha sonora do filme "The Trip", de 1967 (nota minha: no Brasil, "Viagem ao Mundo da Alucinação"), apresentando-se depois, brilhantemente, no Monterey Pop Festival, ainda em 1967.
"A Long Time Comin'", seu excelente disco de 1968, contou com dois membros adicionais, Stemziel (Stemsy) Hunter e Mike Fonfara, e estourou nos Estados Unidos. As canções bluseiras, precisas e adornadas por metais, eram fortalecidas pela esparsa, porém aguda e afiada  guitarra Fender Stratocaster de Bloomfield. O cover de "Killing Floor" exemplificou bem o som que Bloomfield procurava alcançar. Todavia, a banda não conseguiu sequenciar o álbum de estreia e começou a dissolver-se. Goldberg e Bloomfield inauguraram as partidas. Miles tentou segurar o grupo, mas o segundo disco revelou-se uma pálida sombra do primeiro; apenas "See To Your Neighbour" apresentou sinais de uma performance coesa.
Miles então saiu para formar a Buddy Miles Express. Gravenites tornou-se um lendário compositor em São Francisco. Brooks, após anos trabalhando como músico de estúdio – participou da gravação de "Super Session", de Bloomfiel, Al Kooper e Stephen Stills –, reapareceu como membro da Sky. Uma malograda reunião da Electric Flag, em 1974, rendeu o apagado e impropriamente intitulado "The Band Kept Playing" (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 485; tradução livre do inglês).

5 comentários:

JerryM disse...

EXCELENTE DISCO!!! EXCELENTE MÚSICA!!! EXCELENTE BLOG!!!!

Indignaldo Silva disse...

Obrigado pelo comentário, JerryM.

Jayme da costa Maceió AL disse...

Concordo contigo, JerryM.

Cristian Brendon disse...

Banda Genial Dos Maravilhosos Anos 60, Pouco Conhecida Aqui No Brasil Infelizmente. Abraço Indignaldo.

Indignaldo Silva disse...

É verdade, Cristian. Como muitas outras, aliás, porque seus discos não eram lançados no Brasil. Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...