terça-feira, 3 de novembro de 2015

Cuby + Blizzards - Desolation

Banda: Cuby + Blizzards
Disco: Desolation
Ano: 1966(*)
Gênero: Blues Rock, Electric Blues
Faixas:
1. Things I Remember (Harry Muskee, Eelco Gelling) 1:51
2. Hobo Blues (John Lee Hooker) 6:16
3. Just For Fun (Harry Muskee, Eelco Gelling) 2:48
4. I'm In Love (Cindy Walker) 6:15
5. Gin House Blues (Henry Troy, Fletcher Henderson) 7:32
6. Desolation Blues (Harry Muskee, Eelco Gelling) 2:58
7. Five Long Years (Eddie Boyd) 4:15
8. Let's Make It (John Lee Hooker) 2:15
Créditos:
Harry Muskee: Vocals, Harmonica
Eelco Gelling: Lead Guitar
Willy Middel: Bass Guitar
Hans Kinds: Rhythm Guitar
Hans Waterman: Drums
Henk Hilbrandie: Piano
(*) CD lançado em 2004.
http://tinyurl.com/phq76pf
Biografia:
A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi extraída do site Oldies, que, por sua vez, cita, como fonte primária do texto, a Encyclopedia Of Popular Music, de Colin Larkin (sob licença da editora Muze).
Pioneira banda de blues da Holanda, a Cuby And The Blizzards originou-se na cidade de Grolloo, por meio da parceria entre Harry "Cuby" Muskee (vocais e harmônica) e Eelco Gelling (guitarra solo). O grupo, também conhecido como C+B, incrementou-se posteriormente com o ingresso dos músicos Hans Kinds (guitarra), Willy Middel (baixo) e Dick Beekman (bateria). Seu primeiro single, "Stumble And Fall" (1965), mostrou influência da Pretty Things, mas os lançamentos subsequentes, incluindo "Your Body Is Not Your Soul" e "Back Home A Man", revelaram uma admirável originalidade. 
O estilo incisivo de Gelling, elogiado até por John Mayall, já se evidenciava em "Desolation". E no excelente "Praise The Blues, a banda associou-se a Eddie Boyd, veterano pianista americano. Sua fama reforçou-se ao acompanhar Van Morrison ⏤ já em carreira solo, após sair da Them ⏤ durante uma turnê na Holanda. Embora Muskee e Gelling permanecessem no leme, mudanças de pessoal prejudicaram a ascensão do grupo. 
O pianista Herman Brood foi um dos muitos músicos que passaram pela C+B à medida que a banda promovia a fusão do blues com o rock progressivo. No entanto, em 1976, a dupla, desgastada com a sua criação, resolveu seguir outros caminhos: Muskee formou a Harry Muskee Band e Gelling optou por juntar-se à Golden Earring. A longa carreira do grupo ficou, dali em diante, sob a manutenção de Herman Deinum (baixo), Hans Lafaille (bateria) ⏤ ambos já haviam tocado juntos em 1969 ⏤ Rudy van Dijk (vocais), Paul Smeenk (guitarra) e Jeff Reynolds (trompete). Esse lineup permaneceu ativo na década de 80.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...