sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Creedence Clearwater Revival - The Concert

Banda: Creedence Clearwater Revival
Disco: The Concert
Ano: 1980(*)
Gênero: Blues Rock, Country Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Born On The Bayou (5:14)
2. Green River (3:00)
3. Tombstone Shadow (4:05)
4. Don't Look Now (2:25)
5. Travelin' Band (2:18)
6. Who'll Stop The Rain (2:31)
7. Bad Moon Rising (2:16)
8. Proud Mary (3:09)
9. Fortunate Son (2:22)
10. Commotion (2:36)
11. The Midnight Special (3:48)
12. The Night Time Is The Right Time (3:29)
13. Down On The Corner (2:44)
14. Keep On Chooglin' (9:09)
Músicas de autoria de John Fogerty, exceto "The Midnight Special", de domínio público, e "The Night Time Is The Right Time", composta por Nappy Brown, Ozzie Cadena e Lew Herman.
Créditos:
John Fogerty: Lead Guitar, Lead Vocals, Harp
Tom Fogerty: Rhythm Guitar, Backing Vocals
Stu Cook: Bass, Backing Vocals
Doug Clifford: Drums
(*) CD lançado em 1986. Gravado no Coliseum, em Oakland, Califórnia, EUA, em 31 de janeiro de 1970.
Resenha:
Originalmente lançado em 1980 como "The Royal Albert Hall Concert", mas rapidamente renomeado quando a gravadora descobriu que se tratava do registro de um show realizado no Oakland Coliseum, na Califórnia, em 31 de janeiro de 1970, "The Concert" é tão despojado quanto o seu nome. O álbum simplesmente captura a Creedence Clearwater Revival no auge da sua carreira, quando era a mais popular banda americana de rock-and-roll. O grupo lançou três álbuns em 1969, que entraram no Top 10. Naquele ano, a banda conseguiu colocar três singles em segundo lugar nas paradas ("Proud Mary", "Bad Moon Rising" e "Green River") e outro em terceiro ("Down On The Corner").
A CCR era simplesmente um fenômeno e este disco mostra por quê. Não é tão bom quanto uma compilação dos seus singles famosos; a CCR saía-se às mil maravilhas ao vivo, mas seus trabalhos de estúdio mostravam-se mais vigorosos que suas performances no palco, e eram mais bem captados também. Ainda assim, é um pequeno disco fantástico, já que a banda estava em ótima forma, tocando os seus sucessos, como "Tombstone Shadow", "Don't Look Now", "Born On The Bayou", "The Midnight Special" e "Keep On Chooglin'". Somente fãs incondicionais precisam realmente ouvir o disco, e mesmo assim não muito frequentemente. Mas quem o escutar vai ficar satisfeito (Stephen Thomas Erlewine, AllMusic; tradução livre do inglês).

4 comentários:

rintesh disse...

Thanks for the post.

Indignaldo Silva disse...

You're welcome, rintesh.

El Verbo disse...

Cual es la llave para abrirlo o descargarlo...

Indignaldo Silva disse...

discofilos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...