segunda-feira, 19 de março de 2012

Jimi Hendrix Experience - Electric Ladyland [Authorized Edition]

Cover
Banda: Jimi Hendrix Experience
Disco: Electric Ladyland [Authorized Edition]
Ano: 2010(*)
Gênero: Blues Rock, Hard Rock, Acid Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. ...And The Gods Made Love (Hendrix) 1:21
2. Have You Ever Been (Hendrix) 2:12
3. Crosstown Traffic (Hendrix) 2:25
4. Voodoo Chile (Hendrix) 15:05
5. Little Miss Strange (Redding) 2:50
6. Long Hot Summer Night (Hendrix) 3:30
7. Come On (Let The Good Times Roll) (King) 4:10
8. Gypsy Eyes (Hendrix) 3:46
9. Burning Of The Midnight Lamp (Hendrix) 3:44
10. Rainy Day, Dream Away (Hendrix) 3:43
11. 1983... (A Merman I Should Turn To Be) (Hendrix) 13:46
12. Moon, Turn The Tides... Gently Gently Away (Hendrix) 1:01
13. Still Raining, Still Dreaming (Hendrix) 4:24
14. House Burning Down (Hendrix) 4:35
15. All Along The Watchtower (Dylan) 4:01
16. Voodoo Child (Slight Return) (Hendrix) 5:14
Créditos:
Jimi Hendrix: Vocals, Electric Guitar, Piano, Percussion, Kazoo, Electric Harpsichord, Bass ("Have You Ever Been", "Long Hot Summer Night", "Gypsy Eyes", "1983... [A Mermam I Should Turn To Be]", "House Burning Down", "All Along The Watchtower")
Noel Redding: Backing Vocals, Bass ("Crosstown Traffic", "Little Miss Strange", "Come On [Let the Good Times Roll]", "Burning Of The Midnight Lamp", "Voodoo Child [Slight Return]"), Acoustic Guitar ("Little Mis Strange"), Lead Vocals ("Little Miss Strange")
Mitch Mitchell: Backing Vocals, Drums, Percussion, Lead Vocals ("Little Miss Strange")
Músicos convidados:
Jack Casady: Bass ("Voodoo Chile")
Steve Winwood: Organ ("Voodoo Chile")
Mike Finnigan: Organ ("Rainy Day, Dream Away", "Still Raining, Still Dreaming")
Freddie Smith: Tenor Saxophone ("Rainy Day, Dream Away", "Still Raining, Still Dreaming")
Larry Faucette: Congas ("Rainy Day, Dream Away", "Still Raining, Still Dreaming")
Buddy Miles: Drums ("Rainy Day, Dream Away", "Still Raining, Still Dreaming")
Brian Jones: Percussion ("All Along The Watchtower")
Al Kooper: Piano ("Long Hot Summer Night")
Chris Wood: Flute ("1983... [A Merman I Should Turn To Be]")
Dave Mason: Twelve String Guitar ("All Along The Watchtower"), Backing Vocals ("Crosstown Traffic")
The Sweet Inspirations: Backing Vocals ("Burning Of The Midnight Lamp")
(*) LP lançado originalmente em 1968.

Resenha:
"Da mesma forma que a tecnologia dos estúdios e os efeitos de guitarra se tinham desenvolvido nos últimos anos da década de sessenta, também os sons gravados por The Jimi Hendrix Experience demonstraram uma qualidade ainda melhor; e o álbum mais popular de Jimi, o incrível Electric Ladyland (conhecido pela célebre e insólita capa onde aparecem mulheres nuas), aproveitou em pleno a nova ciência do rock.
"Ainda que a interpretação dos músicos e a estrutura das canções se revelem aqui mais dispersas, livre dos parâmetros da tradição do soul e do R&B, com os quais Jimi aperfeiçoou a sua técnica, Hendrix manteve um controle firme durante o fresim de LSD e de outros narcóticos que os rodeava.
Electric Ladyland deve tanto ao pop como ao blues, com um tema como Crosstown Traffic, o single perfeito de Hendrix, e a sua versão de Come On, um original de Earl King, uma sessão de blues tão depurada como nunca antes tinha realizado.
"No entanto, o ardor político e a experimentação presentes no disco não são os únicos factores que tornaram este álbum tão influente. A versão de Jimi de All Along The Watchtower, um tema de Dylan, foi um êxito e levou ao comentário de Dylan, realizado com a sua característica perspicácia: 'O que me surpreende não é que Jimi tenha gravado canções minhas, mas que tenha gravado tão poucas, porque todas lhe pertencem'. Mas 'Voodoo Child (Slight Return)', uma peça de quinze minutos, teria bastado para fazer deste um disco clássico." (Joel McIver, em 1001 discos para ouvir antes de morrer. Casa do Marco, Seixal, 2006, p. 136).

6 comentários:

Celso Loos disse...

Bom dia,
Não esquecer que a magistral Vodoo Child conta com a participação - também magistral - de ninguém menos que Steve Winwood, ainda usando fraldas.
No LP (não tive o original pois não sou tão velho assim) não havia nenhum registro de quem tocava os harmonds e outras keys, num duelo insólito com a guitarra de Hendrix.
Só depois, com a informação viajando na velocidade da internet, ficamos sabendo.
Grande abraço

Musicômano disse...

Não foi esquecido não, Celso. Tá registrado ali nos créditos a participação do lendário Winwood no disco, junto com outras feras do passado, inclusive - quem diria? - Brian Jones. O estranho é que a edição atualização do disco não traz todos os créditos, que foram coletados na Wikipedia. Um abraço.

Celso Loos disse...

Qdo falo FALTOU, não é bem porque não foi explicitado.
Apenas uma "licença poética".
Voce entende.
Tipo, dar um destaque ao um ponto dos mais positivos.

Pra um leitura
http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/03/12/megaupload-luta-para-recuperar-arquivos-de-usuarios-lesados-com-fechamento-do-servico.jhtm

Musicômano disse...

Claro que entendo, Celso. A minha resposta também foi no sentido de realçar as figuraças que tocam no disco, ainda que não creditadas oficialmente.
Respeitante ao Megaupload, o que deve ter de neguinho roendo as unhas com essa notícia... Eu inclusive, se bem que, dentre os meus vícios mais conhecidos, não consta a roeção de unhas (das mãos, pelo menos).
Um abraço.

Celso Loos disse...

Antes roer unhas dos dedos do que dedos sem unha.

Mas sobre que li, o problema é com aquele pessoal que tinha conta no MU para guardar suas fotos, receita de bola ou até cópia dos próprios softwares.

São materiais cujo copyright é seu.

Os caras tem essa preocupação pois logo não existirão mais HD com a serventia que temos hoje.
E esse golpe no MU também foi um golpe nos que exploram a computação em nuvem.

Como confiar num serviço que não respeita quem "anda na linha"?

Eu, muitas vezes, peço pro cara tirar um backup (+/- 400 mb) e enviar para mim.

Ele faz isso usando um console do 4shared. De onde estou, acesso o console, edito, altero e peço para ele instalar a alteração.

Já pensou o cara peder acesso a um backup desses no mesmo dia que o PC pifa? "PERDO" meu emprego kkkkkk

Musicômano disse...

Mas a "perca" não aconteceria, porque a a culpa não teria sido tua. Mas que o Megaupload, nos moldes antigos, faz falta, ah faz... Nenhum outro host cumpre o papel que ele cumpria: conservar por anos a fio os arquivos antigos, mesmo os que não tinham sido objeto de download recente. Agora, para conseguir isso, só conta premium. Acabou a moleza.
Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...